Escolha uma Página

O FLUMINENSE surpreendeu ao voltar a escalar reservas no 2 x 2 da tarde de ontem (4) com o Boavista, três dias depois da virada sobre o Bangu por 4 x 1, quando os titulares pediram para jogar, após apenas uma semana da volta das férias. No final, o técnico Fernando Diniz não confirmou se os titulares voltarão 5ª feira (8), no primeiro jogo do ano no Maracanã, com o Sampaio Corrêa, de Saquarema, pela 7ª rodada.

FERNANDO DINIZ resumiu: “Não vou antecipar nada. Só posso dizer que vamos seguir o cronograma. Temos um planejamento para a equipe chegar em boas condições na Recopa Sul-Americana, nosso primeiro grande objetivo do ano, mas queremos continuar com boa participação nos clássicos”. O técnico não lamentou que a equipe tenha deixado de disparar na liderança do Carioca, após o segundo empate.

O FLUMINENSE lidera invicto, com quatro vitórias e dois empates, 14 pontos dos 18 disputados, e com o ataque mais positivo (13), enquanto os outros três grandes não chegaram aos dois dígitos de gols: o Vasco tem 9; o Botafogo, 8, e o Flamengo, com menos um jogo, 7. O segundo ataque é o do Nova Iguaçu, com 10, que tem também o artilheiro do campeonato, Carlinhos, com 5.

COM TIME DESFIGURADO, o Fluminense quase perdeu a invencibilidade para o Boavista, que sofreu o gol de Lelê aos 9 minutos, mas fez a virada, antes da saída para o intervalo, com os gols de Mateus Lucas, aos 12 e aos 18. O baiano João Neto, de 20 anos, uma das revelações da escolinha de Xerém, que substituiu o colombiano Yony Gonzalez, de 29 anos, fez o gol de empate aos 43 minutos.

O TIME DO 2 x 2 de ontem (4) com o Boavista: Felipe Alves, Justen (Kauã Elias), Antonio Carlos (Artur), David Braz (Rafael) e Diogo Barbosa; Felipe Andrade, Daniel e Terans; Yony Gonzalez (João Neto), Isaac e Lelê. Pela tabela, Fluminense x Vasco será na 4ª feira de Cinzas (14), e os outros clássicos, dia 25 com o Flamengo, e dia 2 de março com o Botafogo.

AS DATAS AINDA DEPENDEM de confirmação porque o Fluminense disputará os jogos da Recopa Sul-Americana com a LDU, do Equador, em fevereiro, dia 22, na altitude de 2.850 metros da capital Quito, no estádio Casa Blanca, e dia 29, no Maracanã.

DEPOIS DE QUATRO DERROTAS, o Bangu conseguiu a primeira vitória, 1 x 0 sobre o Audax, no último jogo da noite de ontem (4), em Saquarema, com o gol do atacante pernambucano Anderson Lessa, de 34 anos, aos 47 minutos do 2º tempo. O Audax, último dos 12, perdeu todos os seis jogos, não fez sequer um gol e sofreu 10 gols.

Fotos: Divulgação/Fluminense