Escolha uma Página

FICOU MAIS DIFÍCIL PARA O FLUMINENSE ser finalista do Carioca 2023, que só conseguirá com vitória, porque o Volta Redonda, com a vantagem do empate, entrará ainda mais motivado, sábado (18), no Maracanã, ao ganhar a vaga na 3ª fase da Copa do Brasil, após vencer o Atlético Goianiense, na noite de hoje (15).

O VOLTA REDONDA repetiu a boa atuação da vitória do último domingo (12) sobre o Fluminense por 2 x 1, e eliminou o Atlético Goianiense por 5 x 4 nos pênaltis, após 1 x 1 nos 90 minutos, diante de 5.292 pagantes no estádio Antonio Accyoli. O time do técnico Rogerio Corrêa chegou a ser superior em boa parte do jogo.

OS GOLS FORAM NO 2º tempo. Felipe Vizeu fez de cabeça aos 3 minutos, e com chute rasteiro de fora da área, no canto direito, o meia Berguinho empatou para o Volta Redonda aos 9, três minutos após substituir Pedrinho. O goleiro Ronaldo, do Atlético Goianiense, fez pelo menos três defesas daquelas chamadas de impossíveis.

NA DECISÃO EM PÊNALTIS, o artilheiro Lelê, Naninho, Dudu, Berguinho e Alix converteram para o Volta Redonda. Henrique Silva chutou para fora. O goleiro Vinicius defendeu a última cobrança de Igor Torres, do Atlético Goianiense, que promoveu a estreia do técnico curitibano Mozart Santos, ex-Cruzeiro.

VOLTA REDONDA – Vinicius, Wellington, Alix, Sandro (Marcão) e Ricardo (Marco); Bruno Barra, Dudu e Naninho; Luizinho (Henrique Silva), Lelê e Pedrinho (Berguinho). Técnico – Rogerio Corrêa. Pela classificação à 3ª fase da Copa do Brasil, o Volta Redonda receberá R$2.100 mil.

ANTES DO JOGO, o volante Bruno Barra foi muito cumprimentado pelos torcedores, sete anos depois de ter sido um dos destaques da campanha do Atlético Goianiense, campeão brasileiro da Série B de 2016. O árbitro Rafael Klein, da Federação Gaúcha, teve boa atuação na noite desta 4ª feira (15), no estádio Antonio Accyoli, em Goiânia.

Foto: Twitter do Volta REdonda