Escolha uma Página

NetFLu

A estreia de Ganso, que não muda seu estilo pausado, foi apenas discreta nos 2 x 0 do Fluminense sobre o Bangu, na abertura da Taça Rio, na noite de ontem (22), no Maracanã. R$510.202,00. 19.849 pagantes, com 6.349 ingressos vendidos nas bilheterias do estádio, de vez que a venda antecipada havia sido de 13.500. A outra estreia foi a do meia Allan, de 21 anos, que o Fluminense conseguiu por empréstimo do Liverpool, que entrou no lugar de Everaldo aos 32 do segundo tempo.

GOL DE SEM PULO – O Fluminense não fez bom primeiro tempo, mas saiu para o intervalo já com 1 x 0, gol de sem pulo do zagueiro Digão, no ângulo, aos 35, após boa jogada do colombiano Yony Gonzalez. Cinco minutos antes, Digão reclamou de marcação de falta e foi (bem) advertido pelo árbitro Luis Antonio Santos, aos 28, no único cartão amarelo mostrado a um jogador do Fluminense. Digão está suspenso do jogo da segunda rodada com o Resende.

FORA DA ÁREA – Caio Henrique, volante de 21 anos, canhoto, 1,78m, vendido pelo Santos ao Atlético de Madrid, em 2016, fez o segundo gol, de fora da área, aos 13 do segundo tempo. Caio Henrique havia sido emprestado em 2018 ao Paraná Clube, que não conseguiu se manter na Série A em 2019, e o Atlético de Madrid, que ainda não o escalou na equipe principal, o emprestou ao Fluminense até dezembro de 2019. Foi mantido até o fim e teve atuação convincente.

BOM RETORNO – Recuperado de edema ósseo no joelho e sem jogar desde agosto de 2018, o lateral-direito Gilberto teve bom retorno e atuou com firmeza do início ao fim da vitória do Fluminense. Carioca de 25 anos, ele é desde 2015 da Fiorentina, que o emprestou ao Verona, Latina – time da segunda divisão italiana -, ao Vasco e ao Fluminense, onde afirma que se sente muito bem. 

DUAS NA TRAVE – Fluminense e Bangu perderam boas chances, que poderiam ter alterado o placar final. O meia colombiano Yony Gonzalez, que voltou a ter desempenho satisfatório, foi o primeiro a acertar a trave, aos 23 minutos. A outra bola na trave foi a do lateral-direito João Lucas, do Bangu, assustando o goleiro Rodolfo.

TRÊS CARTÕES – Além do zagueiro Digão, único do Fluminense advertido com cartão amarelo por reclamação aos 28 do primeiro tempo, e fora do próximo jogo com o Resende, só dois cartões no segundo tempo. O apoiador Felipe Dias, do Bangu, foi advertido aos 11 por falta em Ganso, e o meia Washington, aos 25, por falta em Caio Henrique. O nível disciplinar do jogo foi bom. No outro jogo da noite, no estádio do Trabalhador, o mandante Resende perdeu (1 x 0) para o Volta Redonda.

JULGAMENTO – Na próxima terça (26), o Superior Tribunal de Justiça Esportiva julgará o presidente do Fluminense por incitar a violência antes da decisão da Taça Guanabara. O jogador Felipe Bastos, reserva do Vasco, também será julgado por cantos homofóbicos contra torcedores do Fluminense após o jogo no Maracanã. Airton e Luciano, expulsos de campo na final da Taça Guanabara, também estarão em julgamento.

BOTAFOGO x VASCO – O primeiro clássico da Taça Rio será disputado às 19h30m deste sábado (23), no estádio Nilton Santos. O Botafogo pretendia levar o jogo para o estádio Mané Garrincha, em Brasília, mas não houve acerto com os empresários. No mesmo horário, Boavista e Madureira estrearão na Taça Rio, no estádio Elcir Resende, em Bacaxá, distrito de Saquarema.

FLAMENGO x AMERICANO – O jogo de amanhã (24), às 17 horas, no Maracanã, marcará a estreia do Flamengo e do Americano na Taça Rio. O Flamengo causou decepção em seus torcedores por ter sido eliminado pelo Fluminense nas semifinais da Taça Guanabara. O domingo da Taça Rio será concluído às 19h30m, por Cabofriense x Portuguesa, em Cabo Frio.

Fotos: Transpmap , Superespotes e Midimax.