DEPOIS DE UM GOL ANULADO E TRÊS BOLAS NA TRAVE, o Fluminense venceu o Bragantino por 2 x 1 na tarde de ontem (24), em Volta Redonda, e terminou o turno em 3º, com 32 pontos, a 1 ponto do vice-líder e a 5 pontos do líder. Foi a 10ª vitória, 6ª como mandante, depois de 4 empates e 5 derrotas, com o saldo de 9 gols (29 a 20), segundo maior dos quatro primeiros colocados do turno do Campeonato Brasileiro. 

COM OS 34 PONTOS DOS 57 DISPUTADOS, o Fluminense conseguiu a terceira mais alta pontuação no 1º turno, desde os 42 pontos, ao ganhar o Campeonato Brasileiro de 2012, os 38 pontos do título de 2010. Há consenso entre os jogadores e o técnico Fernando Diniz, ao afirmarem que “a repetição das jogadas, em todos os treinos, é o que mais justifica a evolução da equipe nos jogos”.

O DOMÍNIO DO FLUMINENSE no primeiro tempo foi insuficiente para vencer a proposta defensiva do Bragantino, que recuou e pouco saiu em contra-ataques. O meia Natan, que já havia se destacado na virada sobre o Goiás, criou e acertou a primeira bola na trave, mas foi o único a não voltar do intervalo, substituído por Mateus Martins, que manteve o rodízio da movimentação no meio e no ataque.

OS DOIS GOLS DO FLUMINENSE foram marcados em quatro minutos. No primeiro, aos 16, Nonato encontrou espaço para assistência ao colombiano Jhon Arias, que finalizou rasteiro de pé direito no canto esquerdo do estreante Lucão. No segundo, aos 20, excelente assistência de Jhon Arias, concluída com a virada de primeira de pé direito de Cano, isolando-se na artilharia do campeonato com 12 gols.

HOUVE CERTA ACOMODAÇÃO do Fluminense e o Bragantino cresceu no jogo depois de conseguir o gol, aos 26 minutos, na cabeçada Luan Cândido, após o escanteio de Arthur. A expulsão de Marrony, que nada acrescentou ao substituir Jhon Arias, deu ainda mais ânimo ao Bragantino, mas o Fluminense se fechou bem e garantiu a vitória. Os 8.827 torcedores não esconderam a apreensão nos 6 minutos de acréscimos.

NO INTERVALO, o árbitro goiano André Luis Castro chamou os capitães e comunicou que reiniciaria o jogo sob condição, devido à queda de energia elétrica em toda a área do Estádio Raulino de Oliveira, cujo gramado está em más condições, e o gerador não funcionou. A iluminação foi restabelecida nos minutos finais, permitindo que o árbitro levasse o jogo aos 51 minutos. O VAR só voltou a funcionar no 2º tempo.

O ATACANTE MARRONY foi bem expulso ao dar um chute sem bola em Kevin, no grande círculo, quando o zagueiro do Bragantino corria para o contra-ataque. Pouco antes, o árbitro também deveria ter expulsado Felipe Melo, que atingiu sem bola o volante Raul, com uma falta grosseira, perto da lateral do campo. Manoel, Felipe Melo, Marrony e o técnico Fernando Diniz estão suspensos da estreia no returno.

O FLUMINENSE SÓ ESTREARÁ no returno, 2ª feira, 1 de agosto, na Vila Belmiro. O jogo do turno com o Santos, no Maracanã, foi 0 x 0.  O último jogo de julho do Fluminense será 5ª feira (28) com o Fortaleza, na Arena Castelão, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Na vitória sobre o Bragantino, o Fluminense usou a camisa metade cinza, metade branca, como no primeiro jogo de sua história de 120 anos, em 1906.

O TIME QUE TERMINOU O TURNO em 3º lugar: Fábio, Samuel Xavier (David Duarte), Nino, Manoel e Caio Paulista; André, Nonato (Martinelli, que completou 100 jogos) e Ganso (Felipe Melo); Natan (Mateus Martins), Cano e Jhon Arias (Marrony).

 SANTOS TERMINA COMO COMEÇOU

O SANTOS TERMINOU O TURNO como começou, empatando sem gol. Foi também o terceiro 0 x 0 do Fortaleza, todos na Arena Castelão. Depois do 0 x 0 com o Fluminense, no Maracanã, na primeira rodada, o Santos empatou sem gol com o Ceará, na Vila Belmiro, e terminou o turno em 9º com 26 pontos. O Fortaleza continua em último com 15 pontos.

CORITIBA E CUIABÁ farão o último jogo do turno, na noite de hoje (25), no estádio Couto Pereira, em Curitiba. O Cuiabá está em 16º, com 20 pontos e 5 vitórias, e o Coritiba, em 17º, com 19 pontos e 5 vitórias. O vencedor subirá três posições. Em 189 jogos da Série A, 16 terminaram 0 x 0.

Foto: Lance!