Depois do 0 x 0 no jogo de ida no Maracanã, o Fluminense foi melhor na volta e se classificou para a próxima fase da Copa Sul-Americana ao vencer (2 x 1) o Club de Deportes Antofagasta, na noite desta quinta (21), diante de 26 mil torcedores, lotação máxima do Estádio Regional Calvo y Bascuñán, na cidade de Antofagasta, norte do Chile, a 1.371 km da capital Santiago. O Fluminense é o terceiro brasileiro a passar de fase, depois do Botafogo e Corinthians.

VITÓRIA JUSTA – O Fluminense mereceu a vitória, que começou a conseguir aos 18 minutos com o gol de Everaldo, com assistência do colombiano Yony Gonzalez. Mas uma falha do lateral Gilberto permitiu que o Antofagasta empatasse sete minutos depois, com o gol do meia-atacante chileno Jason Flores, de 22 anos. O Fluminense retomou o domínio e criou novas chances, que não foram bem finalizadas, saindo para o intervalo com a classificação garantida pelo empate com gol.

PÊNALTI E O GOL – O Fluminense voltou melhor para o segundo tempo, embora o técnico argentino Gerardo Pablo Ameli, de 48 anos, tenha adiantado a marcação do Antofagasta. A chance do desempate surgiu aos 17, quando o zagueiro Delfino fez pênalti no zagueiro Mateus Ferraz, mas Luciano não soube aproveitar. Bateu no canto esquerdo e o goleiro Fernando Hurtado, de 35 anos, 1,88m, chileno de Cerrillos, que já havia sido destaque no jogo de ida no Maracanã, saltou e defendeu.

DÉCIMO GOL – Com outra boa assistência de Yony Gonzalez, o atacante Luciano fez o gol da vitória aos 24 e consolidou a classificação do time de que é o artilheiro de 2019 com 10 gols. O Fluminense é o sexto clube de Luciano, de 25 anos, 1,78m, goiano de Anápolis. Ele jogou antes no Atlético Goianiense, Avaí, Corinthians, Leganés (Espanha) e Panathinaikos (Grécia). Pelo Fluminense,  foi o trigésimo oitavo jogo de Luciano, que marcou 15 gols.

FLUMINENSE – Rodolfo, Gilberto, Mateus Ferraz, Frazan (Paulo Ricardo, 13 do segundo tempo) e Caio Henrique; Bruno Silva, Airton e Daniel (Marlon, 36 do segundo tempo); Luciano, Everaldo (Ezequiel, 43 do segundo tempo) e Yony Gonzalez. Técnico – Fernando Diniz. A classificação aumentou o ânimo do time para o Fla-Flu de domingo (24), às 16 horas, no Maracanã, onde será decidido o primeiro lugar da classificação geral em pontos. O Fluminense tem 23, um a menos que o Flamengo.

34 FALTAS – Antofagasta 1 x 2 Fluminense foi um jogo muito pegado e com lances ríspidos. O árbitro colombiano Wilmar Roldan marcou 34 faltas – 15 do Fluminense – e aplicou 7 cartões amarelos, 4 para jogadores do Fluminense: Frazan, Bruno Silva, Luciano e Everaldo. Os torcedores chilenos aplaudiram o time do Antofagasta, apesar da derrota, considerando que se saiu bem em sua primeira participação em torneio internacional.

LIBERADO – O meia Bruno Silva está liberado para o Fla-Flu do próximo domingo (24). A sessão em que seria julgado ontem (21), por ter cuspido na direção de torcedores do Vasco, no jogo da Taça Guanabara, em Brasília, foi adiada, em virtude da chuva, que impediu a chegada dos auditores ao Superior Tribunal. Bruno Silva já havia disputado dois jogos, com Boavista e Botafogo, sob efeito suspensivo, uma das grandes imoralidades do futebol brasileiro.