COM A 3ª DERROTA, 2ª SEM FAZER GOL, em 11 jogos como visitante, o Fluminense caiu para o 4º lugar com 38 pontos, a 10 pontos do líder Palmeiras, ao perder para o Internacional por 3 x 0, no último jogo da 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, na noite de ontem (14), na Arena Beira Rio, em Porto Alegre.

O TÉCNICO FERNANDO DINIZ reconheceu que o time fez o jogo menos intenso desde que assumiu: “Foi um ponto fora da curva para baixo e temos que saber corrigir isso porque o trabalho vem sendo bem feito”. O Internacional já saiu para o intervalo com 1 x 0, gol do lateral argentino Bustos, aos 36 minutos, de fora da área.

O ATACANTE Alemão marcou o 2º gol aos 26, e o 3º, aos 47, foi do meia uruguaio Carlos de Pena. Três dias após a eliminação na Sul-Americana, os torcedores do Internacional levaram faixas: “Covardes”, “Cagões como vocês não fazem história”, e jogaram pipoca em Taison, um dos que perderam pênalti no jogo com o Melgar, do Peru, na noite de 5ª feira (11).

DEPOIS DA ATUAÇÃO RUIM, o Fluminense terá que se recompor para o jogo de 4ª feira (17), em que decidirá a vaga nas semifinais da Copa do Brasil com o Fortaleza, com a vantagem do empate, por ter vencido o primeiro jogo no Castelão por 1 x 0. O próximo do Brasileiro também será no Maracanã, sábado (20), com o Coritiba, que terá a estreia do técnico Guto Ferreira.

FABIO, Samuel Xavier, Nino, Manuel (Felipe Melo) e Caio; Martinelli, André, Mateus Martins (Marrony) e Ganso (Willian); Jhon Arias (Nathan) e Cano (Jhon Kennedy), o Fluminense, que perdeu a invencibilidade de 13 jogos, e caiu para o 4º lugar, com 38 pontos, 11 vitórias e saldo de 7 gols (32 a 25).

VINTE RODADAS DEPOIS…

O FORTALEZA saiu do rebaixamento depois de vinte rodadas, ao vencer o Ceará por 1 x 0, gol de Moisés, artilheiro da Série B de 2021, aos 16 do 1º tempo. O Clássico-Rei atraiu 35 mil torcedores à Arena Castelão e foi disputado sob muita tensão. Com a 6ª vitória, o Fortaleza subiu para o 15º lugar com 24 pontos, só menos 1 que o Ceará, 14º. 

OUTRO TRICOLOR que se deu bem no Dia dos Pais foi o São Paulo, que fez 3 x 0 no Bragantino e voltou a vencer depois de seis jogos, subindo para o 11º lugar com 29 pontos. Rodrigo Nestor, Calleri e Igor Vinicius fizeram os gols da 3ª derrota consecutiva do Bragantino, 9º com 30 pontos. 32 mil torcedores foram ao Morumbi.

BOA SUBIDA do América Mineiro, ao vencer o Santos por 1 x 0, no Independência,  em Belo Horizonte. O gol foi do atacante Pedrinho, de 22 anos, emprestado pelo Bragantino.  O América está empatado em pontos (30), com o Bragantino, 9º, e o Santos, 10º, mas os supera com 9 vitórias. O Bragantino tem 8, e o Santos, 7.

O ATLÉTICO MINEIRO terminou a 22ª rodada com 35 pontos, mas só conseguiu vencer o Coritiba, nos acréscimos, por 1 x 0, gol de cabeça de Alan Kardec, na manhã de onem (14), no estádio Couto Pereira. A 12ª derrota manteve o time em 18º e derrubou o técnico paraguaio Gustavo Morínigo, demitido após 19 meses.

DEPOIS DE 22 RODADAS, o Campeonato Brasileiro da Série A registra 499 gols em 214 jogos, média de 2.33 gols por jogo, com Palmeiras e Flamengo, com ataques mais positivos (37). O argentino German Cano, do Fluminense, não fez gol na rodada, mas se manteve artilheiro com 13.

Foto: Jogada 10