O Fluminense passou a ter mais derrotas que vitórias, ao perder (1 x 0) para o Sport na noite de ontem (20), no estádio da Ilha do Retiro, em Recife, e caiu uma posição, terminando a rodada em nono lugar. O pênalti cometido pelo lateral Egidio no atacante uruguaio Leandro Barcia, aos 12 minutos, foi muito infantil e tão claro que o árbitro não precisou do auxílio do VAR para confirmar. O atacante Hernane, ex-Flamengo, que não marcava há 13 jogos, converteu bem no meio do gol.

POUCA MELHORA – O gol logo no início desestabilizou o Fluminense. O lateral Egídio conseguiu errar oito passes nos catorze minutos iniciais, além de ter cometido pênalti desnecessário. Sem conseguir equilibrar o jogo, que ficou na maior parte sob controle do  Sport, o Fluminense pouco criou e só deu um chute perto do gol até o final do primeiro tempo. O time apresentou pouca melhora na volta do intervalo, insuficiente para pelo menos chegar ao empate.

AUSENTES – O Fluminense sentiu muita falta de Dodi no trabalho de contenção e da saída da defesa para o ataque, e mais ainda de Nenê, ausência que praticamente deixou o time sem criatividade. Pela segunda vez em 2020, Nenê participou do jogo inteiro, mas não soube assumir a liderança do time, que até criou algumas jogadas ofensivas, mas sem o toque final decisivo da conclusão. Foi a quarta derrota como visitante e a segunda em que o time não fez gol.

SPORT – Luan Polli, Patric, Maidana, Adryelson e Luciano Juba (Chico); Marcão Silva, Betinho (João Igor), Ricardinho e Lucas Mugni (Bruninho); Leandro Barcia (Lucas Venuto) e Hernane Brocador (Rogerio). Técnico – Jair Ventura. O Sport igualou-se ao Fluminense em pontos (14), vitórias (4), derrotas (5), empates (2) e no saldo devedor de 2 gols. Sport marcou 11 e sofreu 13, e o Fluminense marcou 12 e sofreu 14. O próximo jogo do Sport é quarta (23), de novo em Recife, com o Corinthians.

FLUMINENSE – Muriel, Calegari, Nino, Lucas Claro e Egídio; André (Felipe Cardoso), Hudson, Yago Felipe (Marcos Paulo) e Ganso; Luis Henrique (Miguel) e Wellington Silva (Fernando Pacheco). Técnico – Odair Hellmann. O Fluminense voltará ao Maracanã na próxima segunda (28) para o jogo da décima segunda rodada com o Coritiba. Antes, faz o segundo jogo com o Atlético Goianiense, quinta (24), em Goiânia, pela vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Foto: Fotos Publicas