Escolha uma Página

Tribuna do Norte

O Fluminense ganhou ainda mais confiança para decidir o primeiro lugar do Grupo A com o Vasco, que tem a vantagem do empate, ao disparar a segunda goleada de 4 x 0, na noite de ontem (30) sobre o Madureira, no Maracanã. Os dois primeiros gols foram de cabeça, após escanteios do lateral Mascarenhas. O atacante colombiano Yony Gonzalez voltou a ter atuação destacada e os torcedores gritaram em coro o nome de seu país, após marcar o gol no início do segundo tempo.

DOMÍNIO TOTAL – Ainda que o Madureira – penúltimo e um dos quatro sem vitória – não tenha ameaçado, o Fluminense exerceu domínio total desde o início, impondo-se com muita firmeza. O toque rápido e a ocupação dos espaços têm chamado a atenção dos observadores, no início do trabalho do técnico Fernando Diniz, que exige muita objetividade e entrega dos jogadores. Os poucos torcedores – 4.908 pagantes – saíram satisfeitos do Maracanã com a apresentação da equipe. R$120.220,00.

OS GOLS – O Fluminense fez 1 x 0 aos 13 minutos. O zagueiro Mateus Ferraz tomou impulsão no momento certo para cabecear com precisão após o escanteio do lateral Mascarenhas. Foi quase replay o lance do segundo gol, que Yony Gonzalez marcou aos três minutos do segundo tempo. Quatro minutos depois, com assistência de Luciano, o terceiro gol foi de Everaldo aos sete. Aos 27, após jogada de Yony Gonzalez, o Fluminense fechou a goleada com Luciano.

VICE-LÍDERES – Rodolfo, Ezequiel, Natan, Mateus Ferraz e Mascarenhas; Airton (Caio Henrique, 19 do segundo tempo), Bruno Silva (Marcos Paulo, 36 do segundo tempo) e Daniel (Mateus Gonçalves, 31 do segundo tempo); Luciano, Everaldo e Yony Gonzalez. O técnico Fernando Diniz promoveu bem a estreia de Marcos Paulo, 17 anos, uma das gratas revelações do núcleo de Xerém. O árbitro Leonardo Cavalheiro passou despercebido.

NA SEMIFINAL da Taça Guanabara, o Fluminense, terminando em segundo no Grupo A, terá como adversário o Flamengo, já garantido em primeiro do Grupo B. Para que não haja o Fla-Flu em uma das semifinais da Taça Guanabara, o Fluminense precisa vencer o Vasco no clássico de depois de amanhã (2), o que lhe daria o primeiro lugar e o colocaria como adversário do segundo do Grupo B, que pode ser Boavista ou Cabofriense ou Bangu.