Tão ruim quanto o 0 x 0 da noite de ontem (9) com o Cruzeiro, no Mineirão, foi o Fluminense ter perdido Daniel, Ganso e Yuri Lima, que o VAR livrou da expulsão, para o jogo de sábado (12) com o Bahia, no Maracanã. O time continuará sem Allan e Caio Henrique, que estão com a seleção olímpica.

GOL ANULADO – Foram poucas as chances de gol criadas pelo Fluminense, que sofreu pressão do Cruzeiro na maior parte do jogo, disputado no entusiasmo, mas com pouca técnica. O Cruzeiro acertou a trave em chute de Muriel aos 2 do segundo tempo e teve gol de Fred anulado aos 10, por falta, que não houve, de Robinho em Gilberto.

CRUZEIRO – Fabio, Edilson, Dedé, Fabrício e Egidio; Henrique, Jadson e Robinho (Maurício, 32 do segundo tempo); Sassá (Vinícius Popó, 22 do segundo tempo), Fred e David (Marquinhos Gabriel, intervalo). Técnico – Abel Braga. Com o nono empate – quinto 0 x 0 -, o Cruzeiro não saiu do décimo oitavo lugar com 21 pontos e o próximo jogo é com a Chapecoense, lanterna, com 15 pontos.

FLUMINENSE – Muriel, Gilberto, Nino, Frazan e Orinho (Igor Julião, 29 do segundo tempo); Yuri Lima, Daniel (Dodi, 16 do segundo tempo) e Ganso (Evandro, 41 do segundo tempo); Nenê, João Pedro e Yony Gonzalez. Técnico – Marcão. Com o quinto empate – segundo 0 x 0 -, o Fluminense segue em décimo quinto com 26 pontos.

OITO CARTÕES – O árbitro Jean Pierre Lima, da Federação Gaúcha e do quadro nacional da CBF, advertiu sete com cartão amarelo: Edilson, Egidio, Robinho e Fred, do Cruzeiro, e Igor Julião, Ganso e Yuri Lima, que chegou a se desesperar quando viu o cartão vermelho, mas foi salvo da expulsão pela revisão no VAR. R$374.558,00. 31.995 pagantes no Mineirão.

Foto: Explosão Tricolor