O Fluminense é o primeiro do Rio a estrear na Copa Sul-Americana, amanhã (4), no Maracanã, com o Union Calera, que nunca foi campeão chileno, a não ser da terceira divisão, em 1990 e 2000, e da segunda divisão, em 1961, 1984 e 1985. O time é dirigido desde 2015 por Miguel Riffo, 38 anos, chileno da capital Santiago, ex-zagueiro do Colo Colo, quatro vezes campeão, que defendeu nove anos em 212 jogos.

SEGUNDA FASE – O Union La Calera, fundado em 26 de janeiro de 1954, só teve uma participação em competições internacionais da Confederação Sul-Americana e foi eliminado pelo Atlético Mineiro, na segunda fase da Copa Sul-Americana de 2019. O elenco de 25 jogadores não tem brasileiro e só conta com cinco argentinos: os atacantes Nilo Carretero, Gaston Cellerino e Ariel Cólzera; o meia Nicolás Gonzalez, e o goleiro Lucas Giovini, capitão do time, desde 2014 com nacionalidade chilena.

BOM INÍCIO – A equipe do Union La Calera iniciou bem o campeonato de 2020, ganhando os dois primeiros jogos. O segundo, sexta (31), com a Union Espanhola (1 x 0). A Universidad Católica, também com seis pontos, lidera pelo saldo de gols (4), com 6 marcados e 2 sofridos, enquanto o saldo do Union Calera é de 2 gols, com 3 a favor e 1 gol sofrido. O campeonato chileno é disputado por 18 equipes e o maior campeão é o Colo Colo com 32 títulos.

LA CALERA é uma cidade portuária da bela região de Valparaíso, a 117 km da capital Santiago, onde o notável Pablo Neruda – 1904 – 1973 -, maior poeta chileno do século 20, viveu muitos anos, antes de ser embaixador na França. Neruda foi nomeado pelo presidente socialista Salvador Allende – 1908 – 1973 -, assassinado no Palácio de La Moneda pelo general Augusto Pinochet – 1915 – 2006 -, que torturou e matou outros milhares de chilenos.

15 MIL LUGARES – Depois do jogo de amanhã (4), no Maracanã, Fluminense e Union La Calera farão o jogo de volta dia 18, no estádio Nicolás Nazar – 15 mil lugares -, em La Calera. A Conmebol escalou para apitar amanhã (4) o árbitro Carlos Herrera Bernal, da Federação Colombiana, em jogo com expectativa de mais de 15 mil tricolores. O técnico Odair Hellmann terá a equipe completa, após perder a invencibilidade em 2020 para o Boavista (1 x 0).

Foto: Canal Flu News