O FLUMINENSE ESTREOU COMO LÍDER do Grupo H da Copa Sul-Americana, ao vencer o Oriente Petrolero, da Bolívia, por 3 x 0, na noite de ontem (6), no Maracanã, porque no outro jogo do grupo Union Santa Fé, da Argentina, e Junior Barranquilla, da Colômbia, empataram 1 x 1, no estádio 15 de Abril, em Santa Fé.

HOMENAGEM – O ala Cristiano marcou o primeiro gol em 16 jogos, após rebote do goleiro Romel Quiñonez, em chute forte de Ganso aos 30 minutos, e fez o L, homenageando o artilheiro Cano, que festeja os gols com a letra do nome do filho Lorenzo. Aos 38, com chute cruzado, Jhon Arias fez seu sétimo gol.

GOL CONTRA – O Fluminense não precisou se empenhar muito para manter o domínio na volta do intervalo. O 3º gol seria de Willian, aos 28 minutos, mas o ala uruguaio Leandro Zazpe, ao tentar o desvio, encobriu o goleiro e fez gol contra. O goleiro Fábio não chegou a ser exigido em nenhuma defesa difícil.

BRASILEIRO – O Fluminense volta ao Maracanã, sábado (9), para a estreia no Campeonato Brasileiro com o Santos, que começou mal a Sul-Americana, perdendo para o Banfield por 1 x 0, 3ª feira (5), na Argentina. O próximo jogo do Fluminense pela Sul-Americana será 4ª feira (13), na cidade portuária de Barranquilla.

FÁBIO, DAVID DUARTE, Manoel (Lucas Claro, intervalo) e David Braz; Samuel Xavier, André (Wellington, 33 do 2ºtempo), Yago, Ganso (Luiz Henrique, 25 do 2ºtempo) e Cristiano; Jhon Arias (Willian, 25 do 2ºtempo) e Cano (Fred, 31 do 2ºtempo) – o time do técnico Abel Braga. R$816.385,00. 18.950 pagantes.

ERWIN SANCHEZ, de 52 anos, é o técnico do Oriente Petrolero, onde encerrou a carreira em 2005. Meia de técnica refinada, era tratado como Platini boliviano, e também brilhou em Portugal, no Boavista e no Benfica. O único gol da Bolívia em Copa do Mundo foi marcado por ele, na derrota para a Espanha (3 x 1), em 1994.

Foto: JC Online