O FLUMINENSE VENCEU O MADUREIRA por 1 x 0, mesmo placar da derrota para o Bangu na estreia, sem boa apresentação, na noite deste último domingo (30) de janeiro, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Foi o 2º gol em 22 jogos do meia colombiano Jhon Arias, de 24 anos, dois minutos após substituir André. A boa jogada foi de Willian, que driblou dois, e quando ia marcar, John Arias se antecipou e chutou para fazer o gol aos 22 do 2º tempo.

O FLUMINENSE MANTEVE O ESQUEMA com três zagueiros, mas iniciou com Luis Henrique, Fred e Willian, sem a força ofensiva esperada, em parte pela falta de criatividade dos meias, especial de Yago e André, bem substituídos. Os alas Samuel Xavier e Cristiano também precisam ter mais iniciativa e participar mais do jogo. A vitória evitou que a situação piorasse após a estreia desanimadora, mas a equipe continua devendo mais consistência, sobretudo ofensiva.

MARCOS FELIPE, Nino, Felipe Melo e David Braz; Samuel Xavier, André (Jhon Arias), Yago (Nathan, única alteração feita no intervalo) e Cristiano; Luis Henrique (Caio Paulista), Fred (Cano) e Willian (Martinelli), o time do técnico Abel Braga, que disse estar fazendo revezamento. Arias e Cano fizeram ótimos treinos, segundo Abel, ao justificar a ausência de Ganso, reserva na estreia, mas fora do grupo no 2º jogo. O técnico voltou a pedir paciência aos mais apressados.

APESAR DO TEMPO INSTÁVEL em Volta Redonda, onde choveu durante parte do jogo, a torcida do Fluminense foi em número um pouco superior ao da estreia. Na noite de hoje (30), R$110.350,00, com 3.025 pagantes, na 91ª vitória em 126 jogos do Campeonato Carioca, em que as maiores goleadas foram registradas em 1944 (7 x 1); 1946 (9 x 3) e 1954 (8 x 1). O Fluminense jogará na 3ª rodada com o Audax, 5ª feira (3), no estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador. Domingo (6), o primeiro Fla-Flu de 2022, no estádio de Volta Redonda.

Foto: Esportes R7