Depois de 2 x 0 no Botafogo e 3 x 0 no Goiás, o Fluminense terá no jogo da noite de hoje (3) com o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador, a terceira chance de três vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, só alcançadas em 2016, com o curitibano Levir Culpi, técnico de passagem única pelo clube, com 22 vitórias em 52 jogos. Em 18/9/16, 1 x 0 no Grêmio; em 25/9/16, 1 x 0 no Corinthians, e em 1/10/16, 3 x 1 no Sport, boa sequência, mas que fez o time terminar só no discreto décimo terceiro lugar.

TRÊS ANOS DEPOIS – O Fluminense só voltou a ficar perto de três vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, quando o catarinense Odair Hellmann começou a melhorar o padrão do time: 4 x 2 no Goiás, em 7/10/20, em Goiânia; quatro dias depois, em 11/10, no Maracanã, 1 x 0 no Bahia, e apesar de ter sido o primeiro a impedir os 100% do Atlético, com 1 x 1 no Mineirão, o Fluminense não conseguiu emplacar a terceira consecutiva, na noite de 14 de outubro.

BATEU NA TRAVE – Na primeira vez em que ficou interino, Marcão bateu na trave em 2019. Depois de 1 x 0, gol de Yony Gonzalez, no CSA, em Maceió, em 25/11, outro 1 x 0, gol de Marcos Paulo, três dias depois, no Palmeiras, o Fluminense suportou a pressão o quanto pôde, mas cedeu o empate (1 x 1) ao Avaí, aos 49 do segundo tempo. A nova chance é hoje (3), em Salvador, onde a vitória manterá o Fluminense mais perto da vaga para a Libertadores em 2021.

ABRE VANTAGEM – O Fluminense ganhou com o 1 x 1 de ontem (2) do Botafogo porque se manteve em quinto com 53 pontos por ter mais uma vitória (15 a 14) que o Palmeiras, que só ficou igual em pontos (53). Se vencer, o Fluminense abre vantagem de três pontos e ajuda o Vasco, que tem no Bahia um dos confrontos diretos para evitar o rebaixamento. Bahia x Fluminense é o único dos cinco jogos desta quarta (3) com árbitro FIFA, o paulista Flávio Rodrigues de Sousa.

BOM LEMBRAR – O Fluminense já participou seis vezes da Libertadores, a primeira em 1971, por ter sido o campeão da Taça de Prata, denominação que o Campeonato Brasileiro ganhou na época. Após 14 anos, voltou em 1985, e o jejum foi mais longo para a terceira vez, em 2008, quando deixou escapar a melhor chance do único título, ao perder a decisão para a LDU, nos pênaltis, diante de 120 mil tricolores no Maracanã. Na única vez com três participações consecutivas, nada fez em 2011-12-13.

SECADOR LIGADO – Goiás x Atlético Mineiro, no estádio da Serrinha, é o único jogo com ligação direta com o título, e mesmo que haja acentuado desequilíbrio técnico, o Flamengo estará com o secador ligado, na expectativa de que o Goiás possa fazer uma graça e deixar o Atlético mais distante. O Flamengo voltou à vice-liderança, com 61 pontos, após os 3 x 0 no Sport. O Atlético faz pelo menos um pernoite como vice-líder se ganhar, e espera que amanhã (4) o Vasco cumpra bem sua obrigação.

Foto: Fut Online