O Fluminense completou a rodada de abertura do Carioca 2021 perdendo de virada (2 x 1) para o Resende, na noite de ontem (4), no Maracanã, onde se apresentou com equipe desfigurada, a exemplo do Botafogo (0 x 0) com o Boavista; Vasco (0 x 1 com a Portuguesa), e Flamengo, único a vencer (1 x 0, gol de Max, no Nova Iguaçu). Alexandre fez de cabeça o gol do Fluminense aos 34 do segundo tempo. Jefinho aos 39 e Kaíque aos 52, os gols da vitória do Resende, do técnico Sandro Sargentim, de 43 anos.

QUEIXAS – O Fluminense sentiu-se prejudicado pela atuação do árbitro Grazianni Rocha, que não marcou pênalti de Jeferson em Miguel e anulou por impedimento um gol de Caio, de cabeça. O time foi dirigido pelo ex-meia Ailton Ferraz, que assumiu o sub-23, após a promoção de Marcão a assistente de Roger Machado, ex-lateral de 45 anos, autor do gol que deu ao Fluminense a única Copa do Brasil, na final (1 x 0) de 2007 com o Figueirense.

A VAGA – O Fluminense vive a expectativa da final da Copa do Brasil no próximo domingo (7), em São Paulo, onde o título do Palmeiras, que só precisa do empate, abrirá vaga para sua entrada na fase de grupos da Libertadores 2021, em que o Palmeiras já tem lugar assegurado por ser o campeão de 2020. Se o Grêmio reverter a derrota (1 x 0) do jogo de ida em Porto Alegre ficará com a vaga.

Foto: UOL