O Fluminense voltou a perder por 2 x 1 para o Atlético Goianiense, como no jogo do turno no Maracanã, e com a derrota da noite de ontem (16), no estádio Antonio Accyoli, em Goiânia, além de perder a chance de terminar a rodada em quarto lugar, pode cair uma posição e ficar em oitavo, se o Santos vencer o Vasco no próximo domingo (20), em São Januário. O goleiro Marcos Felipe foi o melhor do Fluminense, evitando que o time, com atuação apagada, sofresse uma goleada.

GOL NOS ACRÉSCIMOS – O Fluminense já saiu para o intervalo em desvantagem, com o gol do meia Wellington, e sofreu o segundo gol aos 40 do segundo tempo, após o VAR confirmar o toque de Nenê, que o goleiro Jean aproveitou na cobrança do pênalti para fazer seu terceiro gol no atual campeonato. Quando Felipe Cardoso fez o que se convencionou chamar de gol de honra, aos 47 minutos, era tarde para o Fluminense tentar ao menos empatar.

MUITO RUIM – Foi o segundo jogo sem o técnico Odair Hellmann, que vinha mantendo o time com desempenho mais firme. O ex-volante Marcão, promovido do sub-20, com o apoio integral dos jogadores e como solução econômica do clube, para concluir o campeonato, terá que conseguir fazer a equipe render mais, sob pena de retrocesso na carreira. O Fluminense cedeu o empate ao Vasco e a decepção em Goiânia foi ainda maior. O próximo jogo é com o líder São Paulo e pode piorar.

MARCOS FELIPE, Igor Julião, Nino, Lucas Claro (Mateus Ferraz) e Danilo Barcelos; Hudson, Yuri (Lucca), Nenê (Ganso) e Michel Araújo (Fernando Pacheco); Marcos Paulo (Felipe Cardoso) e Fred – o Fluminense que se manteve em sétimo lugar com 40 pontos em 26 jogos – 11 vitórias, 7 empates, 8 derrotas, saldo de 7 gols (36 a 29) -, mas que deve completar o oitavo ano sem chance de voltar à Copa Libertadores.

BOM TRABALHO faz o técnico carioca Marcelo Cabo, que com a segunda vitória consecutiva, levou o Atlético Goianiense a subir três posições e chegar ao nono lugar com 34 pontos em 26 jogos – 8 vitórias, 8 derrotas, 10 empates -, só precisando melhorar no saldo de gols, que está negativo em 6, com 24 marcados e 30 sofridos. Time que ganhou do Fluminense: Jean, Dudu, João Vítor, Eder e Natanael; Marlon, Mateus Pereira, Welington (Janderson) e Ferrareis (Danilo Gomes); Chico (Oliveira) e Zé Roberto (Roberson).

Foto: Terra