O FLUMINENSE NÃO FEZ GOL pelo segundo jogo consecutivo, depois do 0 x 0 na estreia do Brasileiro com o Santos, e perdeu feio para o Junior Barranquilla por 3 x 0, na noite de ontem (13), pela 2ª rodada da Copa Sul-Americana, no estádio Metropolitano da cidade portuária mais movimentada da Colômbia.

O FLUMINENSE JÁ PERDIA POR 2 x 0 no 1º tempo. O meia colombiano Didier Moreno completou o cruzamento do ponta Omar Albornoz e fez 1 x 0 logo aos 9 minutos. André fez pênalti no volante Daniel Giraldo, aos 46, e o atacante Miguel Borja, ex-Palmeiras e Grêmio, marcou o segundo gol.

NA VOLTA DO INTERVALO, o Fluminense não conseguiu render mais, pouco criou e finalização, e acabou sofrendo o 3º gol, aos 48 minutos, do meia argentino Fabian Sambueza, que se encaixou bem na equipe colombiana, que assumiu a liderança do Grupo H, igual em pontos (4) ao Union Santa Fé, mas em vantagem no saldo de gols.

O FLUMINENSE caiu para o 3º lugar e ficou zerado no saldo de gols, ao sofrer a primeira derrota, e o próximo adversário será o vice-líder Union Santa Fé, dia 26 no Maracanã. O Oriente Petrolero, da Bolívia, derrotado pelo Fluminense por 3 x 0 na estreia, é o lanterna. Bom dizer: só o 1º do grupo se classifica.

FLUMINENSE – Fábio, Nino, Manoel (Martinelli, 19 do 2º tempo) e David Braz; Calegari (Luiz Henrique, intervalo), André, Yago, Ganso e Cristiano (Pineida, intervalo); Jhon Arias (Willian, 29 do 2º tempo) e Cano (Fred, 22 do 2º tempo). Yago, Manoel e Cristiano foram os advertidos com cartão amarelo pelo árbitro venezuelano Alexis Herrera.

OUTRA DERROTA – Não foi só a do Fluminense. O futebol brasileiro sofreu outra derrota na noite de ontem (13), na Copa Sul-Americana: o Cuiabá perdeu para o Racing por 2 x 0, no estádio El Cilindro, em Buenos Aires. O atacante Javier Correa fez 1 x 0 aos 25 do 1º tempo e o meia Carlos Alcaraz fez o 2º aos 19 do 2º tempo.

SANTOS VENCE – Derrotado na estreia pelo Banfield por 1 x 0, na Argentina, o Santos venceu a Universidad do Equador por 3 x 2, na noite de ontem (13), na Vila Belmiro. O atacante equatoriano Jhojan, emprestado pela LDU, fez de cabeça o 1º gol aos 15, mas o Santos levou a virada, com os gols Cristian Martin aos 25 e Kevin Minda aos 42.

NO 2º TEMPO, a virada do Santos, com os gols de Leo Batistão, de pênalti, aos 31, e do equatoriano Bryan Angulo aos 41, com o técnico argentino Fabian Bustos elogiando a capacidade de reação da equipe, que contou com o apoio de 9.500 torcedores, na noite de ontem (13), na Vila Belmiro.

Foto: Lance