O Fluminense vai às oitavas de final da Copa do Brasil, ao eliminar o Santa Cruz – 3 x 2 – nos pênaltis, depois de perder (2 x 0, com dois gols em dois minutos), na noite de ontem (25), no estádio do Arruda, no Recife. O goleiro Rodolfo defendeu dois pênaltis e o único do Fluminense que não aproveitou foi o lateral Gilberto, na única cobrança defendida pelo goleiro Anderson. O Santa Cruz venceu bem no tempo normal, com o apoio da torcida. R$323.155,00. 25.802 pagantes. 

PRIMEIRA VEZ – Foi a primeira das cinco derrotas que o Fluminense sofreu em 2019 por dois gols, depois de perder de 1 x 0 para o Vasco e 3 x 2 e 2 x 1 para o Flamengo, e nos últimos quatro jogos o time tricolor só havia sofrido um gol. Com a classificação, o Fluminense vai receber, como todos os clubes que passarem às oitavas de final, R$2.500 mil. Além disso, o time ganhou motivação extra para a estreia no Brasileirão 2019, domingo (28), com o Goiás, de volta à Série A, às 19 horas, no Maracanã.

PRESSÃO TOTAL – O Santa Cruz começou pressionando e logo no primeiro ataque reclamou de pênalti, que o árbitro paulista Flavio de Souza acertou em não marcar, quando o atacante Jô caiu na área, em disputa normal com o zagueiro Mateus Ferraz. O volante Charles acertou o travessão, aos 13, e o Fluminense segurou a pressão até o fim do primeiro tempo, sem ter tido tanta chance de atacar. A melhor oportunidade foi a que Everaldo perdeu, chutando por cima aos 26.

OS GOLS – O Santa Cruz intensificou a pressão na volta do intervalo e fez os dois gols de que precisava, em dois minutos. O primeiro, do atacante , gaúcho de 29 anos, 1,70m, aos 27, em chute cruzado praticamente sem ângulo. O segundo, aos 29, do atacante Pipico, de 34 anos, 1,74m, aproveitando erro da zaga. Pipico é de Itaperuna, noroeste do estado do Rio de Janeiro, com passagens pelo Bangu, Vasco, Macaé, Cabofriense e Volta Redonda. 

OS PÊNALTIS – O volante Airton, capitão do Fluminense, escolheu o gol onde estava a torcida tricolor, evitando a pressão dos torcedores do Santa Cruz, que iniciou as cobranças com a conversão de Pipico. Luciano, único canhoto a cobrar, empatou. Charles chutou por cima. Anderson defendeu a cobrança de Gilberto e Rodolfo, a do lateral Marcos Martins. Pedro fez Fluminense 2 x 1, Guilherme Queiroz empatou. Foi de Airton o terceiro pênalti convertido do Fluminense, que se classificou com a defesa de Rodolfo na cobrança do zagueiro Wilson Alves.

OS CLASSIFICADOS – Rodolfo, Gilberto, Mateus Ferraz, Nino e Caio Henrique (Leo Arthur, 45 do segundo tempo); Airton, Bruno Silva e Allan; Everaldo, Luciano e Yony Gonzalez (Pedro, 32 do segundo tempo). O técnico Fernando Diniz recebeu o primeiro abraço de Leston Junior, de 40 anos, mineiro de Divinópolis, técnico campeão paraibano de 2018 com o Botafogo, de João Pessoa, contratado no início deste ano pelo Santa Cruz. Ele iniciou como treinador da base do Cruzeiro.

Foto: site oficial do Fluminense