Escolha uma Página

Oitavo com 36 pontos em 23 jogos, o Fluminense pode subir até quatro posições, se vencer o Athletico Paranaense, na noite deste sábado (5), no Maracanã. Só um ponto a menos que Santos, Palmeiras e Internacional, com 37, o Fluminense torce pelo empate no clássico paulista que Santos e Palmeiras disputarão antes na Vila Belmiro, e pelo tropeço do Internacional, amanhã (6), no jogo com o vice-líder Atlético, no Mineirão. Mesmo se empatar ou perder, o Fluminense não sairá do oitavo lugar.

VOLTAM QUATRO – Recuperados da Covid-19, depois de duas semanas em isolamento, o zagueiro Nino; o lateral Egídio; o volante Hudson e o meia-atacante Michel Araújo foram liberados pelo médico e confirmados pelo técnico Odair Hellmann na escalação: Marcos Felipe, Calegari, Lucas Claro, Mateus Ferraz e Egídio; Hudson, Martinelli e Nenê; Michel Araújo, Wellington Silva e Marcos Paulo. O Fluminense tem 10 vitórias e saldo de 6 gols (31 a 25).

O ARTILHEIRO Fred está recuperado da lesão no tornozelo direito, mas ainda não volta ao time porque está aprimorando o condicionamento fisico. O volante Yago continua em tratamento da contusão no joelho direito e ainda sem previsão de ser liberado para voltar aos treinos. O goleiro Muriel não perdeu a posição para Marcos Felipe, de vez que continua em isolamento, recuperando-se da infecção da Covid-19. Tão logo seja liberado, voltará ao time.

VOLTAM OITO – Depois da eliminação nas oitavas de final da Libertadores para o River Plate, em que ficou sem 15 jogadores, e sequer levou goleiro reserva para o jogo de volta na Argentina, o Athletico Paranaense terá a volta de oito titulares. O técnico Paulo Autuori anunciou a escalação: Santos, Erick, Pedro Henrique, Tiago Heleno e Abner; Richard, Fernando Canesin e Leo Cittadini; Nikão, Renato Kayzer e Walter. No turno, em Curitiba, o Athletico perdeu (1 x 0) para o Fluminense.

DÉCIMO SEGUNDO, com 28 pontos em 23 jogos – 8 vitórias, 4 empates, 11 derrotas, saldo negativo de 5 gols (19 a 24) -, o tricampeão paranaense está pressionado pelo Bragantino, com 27 pontos, e pelo Atlético Goianiense e Bahia, com 28. Mas, em caso de vitória, pode subir até três posições. No próximo sábado (12) o Furacão volta à Arena da Baixada, em Curitiba, para o jogo da vigésima quinta rodada com o Atlético Mineiro.

Foto: Futebol na veia