Escolha uma Página

O Fluminense segue mais animado para Goiânia, onde poderá subir três posições e terminar a décima quarta rodada em quinto lugar, se vencer o Goiás, amanhã (7), no Estádio Olímpico. Se somar 21 pontos com a sexta vitória em catorze jogos, o time ultrapassará Sport, Santos e São Paulo, com 20, e subirá do oitavo para o quinto lugar, a um ponto do Flamengo. O Fluminense terá que melhorar o retrospecto como visitante, com quatro derrotas, um empate e só uma vitória.

VOLTAM CINCO – O técnico Odair Hellmann poderá contar com a volta do lateral Calegari, do zagueiro Lucas Claro, do volante Yuri e dos atacantes Luis Henrique e Marcos Paulo, recuperados da Covid-19. No entanto, o uruguaio Michel Araújo cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo, e Wellington Silva continua em tratamento de problema muscular. O Fluminense tem o terceiro melhor ataque (17), igual ao do Vasco, Palmeiras e Flamengo, depois do Inter (18) e do Atlético Mineiro (25).

BOM REFORÇO – O Fluminense está na expectativa de receber bom reforço financeiro, algo em torno de R$20 milhões, com a venda de seu ex-meia Wendel, revelação do Campeonato Carioca de 2017 e da geração Richarlison, Scarpa e Pedro, todos formados em Xerém. O Sporting vendeu Wendel ao Zenit, da Rússia, por 20 milhões de euros, depois de comprá-lo por 7.500 mil euros em 2018 do Fluminense, que tem direito na revenda, como clube formador.

TERCEIRA VEZ – Em sua terceira passagem pelo Goiás, o técnico Enderson Moreira não conta com o zagueiro Rafael Vaz, de 32 anos, ex-Flamengo e Vasco, negociado com o Al-Khor, do Catar. Se vencer o Fluminense, o Goiás, com 9 pontos, sai do último lugar e o Botafogo, com 12, passa a ser o lanterna, por ter menos uma vitória que o Goiás. As duas vitórias do Goiás foram em casa – 2 x 0 no Atlético Goianiense e 1 x 0 no Internacional -, mas o time já sofreu três derrotas como mandante.

ÁRBITRO FIFA – O árbitro Luiz Flávio Oliveira, da Federação Paulista e da FIFA, apitará o jogo 49 entre Goiás e Fluminense pelo Campeonato Brasileiro, com 20 vitórias do Fluminense (13 no Rio), 16 do Goiás e 12 empates. Nos 25 jogos em Goiânia, a vantagem é do Goiás, com 12 vitórias, 6 empates e 7 vitórias do Fluminense. Além de Goiás x Fluminense, só outro dos oito jogos de amanhã (7) terá árbitro FIFA, Botafogo x Palmeiras, com Rodolpho Toski Marques, da Federação Paranaense.

Foto: Estadão Esportes