Escolha uma Página

O Fluminense chegou ao quarto ano sem conseguir três vitórias consecutivas, ao ceder o empate (1 x 1) ao Atlético Goianiense, na noite de ontem (2), no Maracanã. Mais uma vez, o time não soube dar sequência ao ritmo do início do jogo, em que fez 1 x 0 logo aos 7 minutos, com o belo voleio do cearense Evanilson, de 20 anos, após boa troca de passes e o cruzamento de Nenê. A expulsão do volante Hudson, que estava bem na volta ao time, prejudicou o Fluminense na volta do intervalo.

EM 10 MINUTOS – Hudson estava bem no jogo, marcando e apoiando, mas acabou expulso aos 41 do primeiro tempo, ao receber o segundo cartão amarelo, seguido do vermelho, por falta em Renato Kayzer, exatos 10 minutos após ser advertido com o cartão amarelo por falta em Chico. O goleiro Marcos Felipe evitou o empate na cobrança da falta. O ritmo não foi o mesmo e o Fluminense, com menos um, teve que redobrar a cautela para não levar a virada no segundo tempo.

FALHA E EMPATE – Tanto antes quanto depois de sofrer o gol, o Fluminense tentou melhorar com quatro mudanças, saindo Nenê, Evanilson, Michel Araújo e Marcos Paulo, mas os que entraram – Yago Felipe, Luis Henrique, Fernando Pacheco e Fred – nada acrescentaram. A falha do uruguaio Michel Araújo, que perdeu a bola após escorregar, permitiu a Chico aproveitar o espaço livre para avançar e cruzar na cabeça de Renato Kayzer, que empatou aos 34 minutos, no primeiro gol como visitante, livrando o time da quarta derrota consecutiva.

FLUMINENSE – Marcos Felipe, Calegari, Nino, Digão e Egidio; Hudson, Dodi e Nenê (Luis Henrique); Michel Araújo (Fred), Evanilson (Fernando Pacheco) e Marcos Paulo (Yago Felipe). Técnico – Odair Hellmann. O Fluminense manteve o quarto lugar, com 11 pontos em 7 jogos – 3 vitórias, 2 derrotas, 2 empates, saldo de um gol (8 a 7) -, mas pode deixar o G4, se hoje (3) o Atlético Mineiro, com 9 pontos, vencer o São Paulo, próximo adversário do Fluminense, domingo (6), no Morumbi.

ATLÉTICO GOIANIENSE – Jean, Dudu, João Victor, Eder e Nicolas (Hyuri); Edson, William (Frizzo) e Ferrareis (Mateuzinho); Janderson (Everton Felipe), Renato Kayzer e Chico. Técnico – Vagner Mancini. O Atlético tem 5 pontos em 6 jogos – 1 vitórias, 3 derrotas, 2 empates, saldo negativo de quatro gols (5 a 9) – e faz o próximo jogo com o Grêmio, domingo (6), no Estádio Olímpico de Goiânia. 

QUATRO CARTÕES – O árbitro Marielson Alves da Silva, de 38 anos, da Federação Baiana e do quadro nacional da CBF, teve atuação segura. O único jogador do Atlético que advertiu foi o atacante Chico, por falta em Hudson. O Fluminense teve três advertidos, Nino, Evanilson e Hudson, bem expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC