O empate sem gol na noite de ontem (22), na Arena Corinthians, obriga o Fluminense a vencer o jogo de volta na próxima quinta (29), no Maracanã, para se classificar às semifinais da Copa Sul-Americana. Outro 0 x 0 leva a decisão aos pênaltis e qualquer empate com gol classifica o Corinthians. R$1.699.012,00. 37.266 pagantes.

CAUTELOSO – Orientado pelo interino Marcão, que faz parte da comissão técnica permanente como assistente, o Fluminense foi cauteloso, não arriscou e deu a impressão de acreditar que o empate seria bom porque vai decidir a vaga no Maracanã. O time foi observado pelo técnico Oswaldo Oliveira, que terá uma semana livre para treinamento.

DOMÍNIO – Mesmo com domínio na maior parte do tempo, o Corinthians não foi objetivo como nos jogos anteriores do Brasileirão. As melhores chances foram do campeão paulista, que ficou mais perto da vitória nos minutos finais, quando acertou o travessão. O goleiro Muriel também fez excelente defesa em finalização de Gustavo.

CORINTHIANS – Cassio, Fagner, Manoel, Gil e Avelar; Gabriel, Pedrinho (Gustavo, 30 do segundo tempo), Júnior Urso e Mateus Vital (Jadson, 17 do segundo tempo); Clayson e Vagner Love (Mauro Boselli, 23 do segundo tempo). Técnico – Fabio Carille. O Corinthians será visitante no jogo de domingo (25) com o Avaí, lanterna e único sem vitória, na décima sexta rodada do Brasileirão 2019.

FLUMINENSE – Muriel, Igor Julião, Frazan, Nino e Caio Henrique; Allan, Daniel (Caio, 33 do segundo tempo) e Ganso (João Pedro, 42 do segundo tempo); Marcos Paulo (Wellington Nem, 16 do segundo tempo), Yony Gonzalez e Nenê. O jogo que o Fluminense disputaria domingo (25) com o Palmeiras, pela décima sexta rodada do Brasileirão, foi adiado para 10 de setembro, às 21 horas, no Allianz Parque, em São Paulo.

CINCO CARTÕES – Andrés Rojas, da Federação Colombiana, teve boa arbitragem, usando com perfeição a lei da vantagem. Acertou em não aplicar cartão em Clayson e Nenê, que trocaram empurrões logo aos cinco minutos. Os cartões amarelos foram para FagnerGabriel e Vagner Love, que reclamou do banco de reservas, e Caio Henrique e Nenê, no último lance do primeiro tempo, com falta dura em Mateus Vital.

CIDADE-DORMITÓRIO – O vencedor de Fluminense x Corinthians disputará as semifinais da Copa Sul-Americana com o Independiente del Valle, de Sangolquí, cidade-dormitório a 20 km de Quito, capital do Equador, que eliminou o Independiente, da Argentina, maior ganhador da Libertadores com sete títulos.

O Independiente del Valle tem o pequeno estádio Rumiñahui – 10.233 lugares -, mas costuma utilizar o Estádio Olímpico Atahualpa – 35.724 lugares -, na altitude de 2.850 metros de Quito. Seu uniforme principal é preto com estampas azuis em xadrez e o segundo é rosa com detalhes em preto. Patrocínios na camisa DirecTV, Gatorade e Chevrolet.

O Independiente del Valle – adversário de Corinthians ou Fluminense – é um clube fundado em 1 de março de 1958 e seu maior feito no Campeonato Equatoriano foi o vice em 2013, mas em 2016 chegou à final da Libertadores e perdeu a decisão para o Nacional de Medellin (Colômbia).