O FLUMINENSE TERMINOU OUTUBRO COM A DERROTA MAIS VERGONHOSA da campanha no Campeonato Brasileiro de 2021, ontem (31), na Arena Castelão, em Fortaleza, por 1 x 0 para o Ceará, que jogou com 10 desde os 28 minutos do primeiro tempo, quando o lateral-direito Gabriel Dias foi expulso, por falta dura no lateral-esquerdo Marlon. Das 10 derrotas, oitava como visitante e sétima sem fazer gol, terminando a rodada 29 em oitavo lugar com 39 pontos.

FOI APENAS A SÉTIMA VITÓRIA DO CEARÁ em casa, segunda no returno, depois de 1 x 0 na Chapecoense, e de não fazer gol em três dos seis jogos. Recuperado de problema no olho, o zagueiro Nino, medalha de ouro dos Jogos Tóquio 2020, reapareceu mal, e logo aos seis minutos cometeu pênalti no atacante Jael, que o meia Vinícius converteu no gol do jogo, bem apitado pelo paulista Raphael Claus, cotado para a Copa do Mundo de 2022.

O FLUMINENSE REABILITOU BEM O CEARÁ, que voltou a vencer depois de cinco empates e duas derrotas. Sem ter quem crie nem finalize, o Fluminense faz campanha pífia, oitavo com 39 pontos, com o mesmo número de vitórias e derrotas (10), 9 empates, e não consegue se livrar do saldo negativo de gols: marcou 28, sofreu 31. O Ceará é décimo com 36 pontos, também igual em vitórias e derrotas (7), 15 empates e também com saldo negativo de três gols (27 a 30).

O PRÓXIMO JOGO DO FLUMINENSE será sábado (6) com o Sport, que na noite de ontem (31) venceu em casa o Atlético Goianiense por 2 x 0 e subiu para décimo sétimo com 30 pontos, quase escapando do rebaixamento. Depois o Fluminense terá mais quatro jogos no Maracanã, com Palmeiras, América Mineiro, Internacional e Chapecoense, na última rodada. Os jogos como visitante serão com Grêmio, Juventude, Atlético Mineiro e Bahia.

O SÃO PAULO VENCEU O INTERNACIONAL por 1 x 0, gol do meia Gabriel Sara, aos 4 do primeiro tempo, ontem (31), no Morumbi, e terminou a rodada em décimo primeiro com 37 pontos, mas ainda com saldo negativo de 4 gols (23 a 27). Desde a volta do técnico Rogerio Ceni, o time manteve a pegada e o ritmo intenso, com o apoio de 19.867 pagantes, mesmo em noite chuvosa. O objetivo é conseguir a vaga direta na Libertadores 2022.

O INTERNACIONAL ficou sem o artilheiro Yuri Alberto, que sentiu dores musculares durante o aquecimento, e com 41 pontos, após a oitava derrota, pode perder o sexto lugar, se hoje (1) o Corinthians, sétimo com 41, ao menos empatar com o Cuiabá, na Arena Pantanal. Se vencer, o Corinthians terá outra vantagem, com mais uma vitória (11 a 10). Os torcedores do Internacional prometem lotar a Arena Beira Rio, sábado (6): “Queremos fechar o caixão do Grêmio”.

Foto: Jornal O Dia