O GOLEIRO FÁBIO, de 41 anos, 1,90m, foi escolhido pelo técnico Abel Braga para o jogo de estreia do Fluminense na segunda fase da pré-Libertadores, na noite de hoje (22), com o Millonarios, no estádio El Campin, de Bogotá, por ter mais experiência que Marcos Felipe. O time manterá o esquema com três zagueiros, com Felipe Melo, David Braz e Nino, que depende de reavaliação, ou Lucas Claro.

SERÁ O 82º JOGO DE FÁBIO na Libertadores. A exemplo do Fluminense, vice-campeão da única final que disputou em 2008 com a LDU do Equador, Fábio também só esteve em uma final da Libertadores, em 2008, pelo Cruzeiro, que perdeu para os argentinos do Estudiantes de La Plata. A previsão é de tempo nublado, com possibilidade de chuva e temperatura em torno de 15 graus em Bogotá.

ABEL BRAGA PREVÊ equilíbrio e antecipa que o Fluminense manterá o ritmo que vem apresentando, sem receio algum da altitude de 2.640 da capital da Colômbia: “Os jogadores estão bem preparados e sabem como dosar energia”. O técnico tem informações detalhadas sobre o adversário, mas não quis fazer qualquer comentário sobre o plano de jogo que adotará”.

AS SETE VITÓRIAS CONSECUTIVAS representam motivação extra para o Fluminense, que espera ter vantagem no jogo de volta, na próxima terça (1), no estádio de São Januário. O Millonarios é 3º do Campeonato Colombiano, tratado pela crônica de Bogotá como o terceiro mais importante da América do Sul em nível técnico, depois do brasileiro e do argentino. 

O FLUMINENSE DISPUTARÁ pela primeira vez um jogo oficial com o Millonarios, depois de ganhar os amistosos de 14 de fevereiro de 1960 por 1 x 0 e 16 de fevereiro de 1964 por 2 x 1. Será o terceiro jogo entre as equipes no El Campin, apelido dado ao estádio desde a inauguração, em agosto de 1938, por ter sido construído em uma área utilizada para camping, onde estudantes gostavam de acampar.

SERÁ O 23º JOGO DO FLUMINENSE com equipes colombianas, com o retrospecto favorável de 13 vitórias, 5 empates, 4 derrotas, 40 gols marcados e 21 sofridos. Terceiro do atual campeonato, 90º da história do futebol colombiano, o Millonários é o segundo maior campeão, com 15 títulos, menos 1 que o Nacional de Medellin e mais um que o America de Cali, terceiro com 14.

O EX-TÉCNICO JOÃO AVELINO – 1929 – 2006 -, assistente de Oswaldo Brandão no título paulista de 1977 do Corinthians, está na história do Millonarios. A equipe foi comandada por ele em 1964, quando ganhou o quarto título colombiano consecutivo. Entre os ex-jogadores, os dois mais importantes do Millonarios foram o argentino Di Stefano em 1949 e Garrincha, que fez jogos de exibição nos anos 70.

AINDA QUE ABEL BRAGA não tenha confirmado, a escalação mais provável do Fluminense terá Fábio, Nino (Lucas Claro), David Braz e Felipe Melo; Calegari, André, Yago Felipe e Cristiano; Willian, Fred e Luis Henrique. O técnico Alberto Gamero anunciou o Millonarios com Alvaro Montero, Roman, Lleinás, Juan Bargas e Murillo; Vega, Vazquez, Sosa e Ruiz; David Silva e Diego Herazo.

MILLONARIOS x FLUMINENSE, com arbitragem de Dario Herrera e os assistentes Gabriel Chade e Cristian Navarro, da Associação do Futebol Argentino. A previsão é de 25 mil torcedores no estádio El Campin, com capacidade para 36 mil, compartilhado por Millonarios e Independiente Santa Fé, além de receber a maioria dos jogos da seleção da Colômbia.

Foto: Lance!