O Fluminense tirou a invencibilidade do Vasco na noite de ontem (29), no Maracanã, e subiu mais três posições com a terceira vitória (2 x 1), que pode mantê-lo em quarto lugar ao fim da sexta rodada do Campeonato Brasileiro, agora com três invictos, Internacional, Palmeiras e Grêmio. O gol da vitória tricolor foi o primeiro de Fred na volta ao clube, com chute forte da entrada da área, após Dodi fazer 1 x 0 no primeiro tempo. Thalles, que marcou o gol do Vasco, foi expulso quase no fim.

DOIS MINUTOS – O Fluminense teve início arrasador e fez 1 x 0 logo aos dois minutos, com o gol do meia Dodi, da entrada da área, aproveitando a bola bem ajeitada pelo lateral Egídio, que pegou a sobra da rebatida da defesa. Aos sete, outra chance clara, em contra-ataque, que o volante Yuri Lima não soube concluir para fazer o segundo gol. O Fluminense teve domínio quase total e a única boa oportunidade de gol do Vasco foi aos 45, na cabeçada do zagueiro Ricardo por cima da trave.

QUATRO MINUTOS – Enquanto o Vasco não conseguiu esboçar reação, o Fluminense seguiu melhor na volta do intervalo, e contou, em quatro minutos, com a estrela do artilheiro. Fred entrou aos 31, substituindo Evanilson, e quatro minutos depois fez o segundo gol, que seria o da vitória, segunda em casa pelo mesmo placar (2 x 1), e também por coincidência, para tirar a segunda invencibilidade, como na virada sobre o Internacional na terceira rodada.

GOL E EXPULSÃO – O Vasco tentava o empate quando Fred marcou o gol com chute forte da entrada da área, aos 35, após boa assistência de Ganso, mas o muito que conseguiu foi diminuir aos 40, quando Thalles Magno aproveitou o rebote do goleiro Marcos Felipe, após chute de Bruno Cesar. Irritado com a falta dura de Igor Julião, o atacante do Vasco foi expulso aos 48, após empurrar o lateral do Fluminense, quando já não havia tempo para mais nada no jogo.

FLUMINENSE – Marcos Felipe, Calegari, Nino, Lucas Claro e Egidio; Yuri Lima (Hudson), Dodi e Michel Araújo; Nenê (Ganso), Evanilson (Fred) e Marcos Paulo (Wellington Silva). Técnico – Odair Hellmann. Com a terceira vitória, o time subiu três posições, e com 10 pontos, só pode sair do quarto lugar, se o São Paulo, com 7, ganhar do Corinthians por dois gols ou mais, no clássico deste domingo (30), no Morumbi. O Fluminense volta ao Maracanã, quarta (2), para o jogo com o Atlético Goianiense.

VASCO – Fernando Miguel, Pikachu, Ricardo, Castan e Henrique; Carlinhos (Gabriel Pec), Felipe Bastos (Bruno Cesar) e Benitez; Parede (Juninho), Cano (Ribamar) e Thalles Magno. Técnico – Ramon Menezes, que sofreu a primeira derrota em 8 jogos. O Vasco perdeu a primeira, após três vitórias e um empate, mantendo a vice-liderança com 10 pontos, agora a 5 pontos do líder invicto Internacional. O Vasco fará o próximo jogo com o Santos, quarta (2), na Vila Belmiro.

CINCO CARTÕES – O árbitro Braulio da Silva Machado, de 41 anos, da Federação Catarinense e da FIFA, teve boa atuação. Aplicou com acerto os cartões amarelos em Wellington Silva, Fred e Yuri Lima, suspenso do próximo jogo. O único advertido do Vasco foi   o meia Felipe Bastos. Pelo empurrão no lateral Igor Julião, o atacante Thalles Magno, do Vasco, foi bem expulso aos 48.

Fotos: Lucas Merçon/FFC e Terra