No quinto jogo do técnico Marcão, invicto e sem sofrer gol em três, o Fluminense já jogará amanhã (17), no Maracanã, com o Atlético Paranaense, sabendo do resultado do clássico que Vasco e Botafogo disputarão hoje (16) em São Januário. O ideal é o empate porque, se vencer, ficará com 32 pontos, igual ao Vasco e um à frente do Botafogo.

PRIMEIRO ITEM – Em caso de igualdade em pontos, o primeiro item de desempate é o número de vitórias: Fluminense e Vasco somam 8; o Botafogo tem 9. Os três estão com saldo negativo de gols: o do Botafogo é de cinco (22 a 27); o do Fluminense é de sete (27 a 34), e o do Vasco é de oito (22 a 30). Os três torcem para que o Fortaleza, com 28 pontos, não ganhe do Flamengo.

DE VOLTA – Sem nenhum suspenso – Ganso foi apenas advertido no julgamento da noite de ontem (15) -, o Fluminense terá a volta do apoiador Allan e do lateral Caio Henrique, que não jogaram com Cruzeiro e Bahia, por estarem nos amistosos da seleção olímpica. Frazan mantido porque o exame de imagem mostrou lesão na coxa do zagueiro Digão.

SEM DOIS – O Atlético ainda não terá o atacante Nikão e o zagueiro Robson, em recuperação, e o zagueiro Tiago Heleno, suspenso. Mas o técnico Tiago Nunes contará com a volta do goleiro Santos, reserva nos amistosos da seleção em Singapura, e do volante Bruno Guimarães, após os amistosos da seleção olímpica com Venezuela e Japão.

JOGO 45 – O retrospecto do Brasileirão é favorável ao Atlético nos jogos com o Fluminense: 20 vitórias, 15 derrotas, 9 empates, 62 gols marcados e 57 sofridos. Rodrigo d’Alonso Ferreira, da Federação Catarinense, apitará amanhã (17), no Maracanã.

Foto: NetFlu