Escolha uma Página

netflu.com.br

O Fluminense – único dos sete do Rio que ainda não sofreu gol – se classificou com 100% de aproveitamento para a segunda fase da Copa São Paulo 2019, ao ganhar (2 x 0) nesta segunda (7) do Sete de Dourados, do Mato Grosso do Sul, depois de ter goleado (7 x 0) na estreia o Parnahyba, do Piauí. Fluminense e Audax, de São Paulo, com duas vitórias, decidirão quinta (10) o primeiro lugar do Grupo 23, no estádio José Liberati, em Osasco, região metropolitana da capital paulista. O Audax venceu na estreia o Sete de Dourados (2 x 0) e nesta segunda ganhou (3 x 0) do Paranahyba, do Piauí. O Fluminense tem saldo de 9 gols e o Audax, de 5.

GOLEIRO EVITOU – O Fluminense exerceu amplo domínio e só não soube aproveitar boas chances para golear, além de ter sido impedido por grandes defesas do goleiro sul-mato-grossense Júnior, principal figura do bom sistema defensivo do Sete de Dourados. No último lance do primeiro tempo, aos 48 minutos, o meio-campo Juca fez gol contra, de peito, ao tentar desviar o cruzamento do lateral-direito Calegari. Na volta do intervalo, o atacante Samuel fez o segundo gol aos 16 minutos.

USOU AS SEIS – O regulamento da Copa São Paulo estabelece que podem ser feitas seis substituições. O técnico Gustavo Leal usou as seis para um rodízio em que os principais jogadores ficam sempre em atividade. Escalação – Heitor, Calegari (Crepaldi), Higor, Geovani e Cesar (Luis Henrique); Resende (Luan), Nascimento (Martinelli) e Leandro (Wallace); Marlon, Samuel e Dudu (Macula). O Fluminense é o carioca que mais títulos ganhou (5) da Copa São Paulo sub-20.

O ADVERSÁRIO – O Clube Desportivo Sete, da cidade de Dourados – no centro-sul do estado do Mato Grosso do Sul, a 235 km da capital Campo Grande -, ganhou o nome por ter sido fundado no Dia da Independência do Brasil. O clube é de 7 de setembro de 1994, mas só tornou seu futebol profissional em 2005, quando começou a intensificar o trabalho de base. A cidade de Dourados tem 104 anos, fundada em 15 de junho de 1914, e emancipou-se do município de Ponta Porã em 1935.


Foto: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com

VASCO FICA NO 0 x 0 – Sem repetir a grande atuação da estreia – 4 x 1 no EC Carajás, do Pará -, o Vasco não saiu do 0 x 0 nesta segunda (7) com o Tubarão, do sul de Santa Catarina, apesar de dominar na maior parte do jogo, no estádio Joaquinzão, em Taubaté, município da região do Vale do Paraíba, a 135 km de São Paulo. O goleiro Tiago impediu que o Vasco, mesmo com o domínio, marcasse pelo menos um gol. Tubarão e Carajás, com 1 ponto, estão eliminados e cumprem tabela na despedida.

VASCO – Alexander, Ulisses, Miranda, Caio Lopes (Linnick) e Coutinho; Lucas (Vinícius), Tiago (Laranjeira), Natan e João Pedro; Talles (Riquelme) e Bruno. Vasco e Taubaté decidirão o primeiro lugar do Grupo 27, quarta (9). Ambos têm 4 pontos em dois jogos e o saldo de gols do Vasco é superior ao do Taubaté (3 a 1). O time terminou o 0 x 0 com o Tubarão se queixando do cansaço provocado pelo calor. A temperatura chegou aos 36 graus, às 15h30m, quando o jogo foi iniciado.

VOLTA REDONDA PERDE – No último jogo da noite desta segunda (7), o Volta Redonda foi derrotado pela Portuguesa (1 x 0), no estádio do Canindé, por culpa do goleiro Renan, que se adiantou muito quando o lateral-esquerdo Rickson bateu falta aos 31 do segundo tempo e foi encoberto, com a bola entrando no ângulo. Apesar da derrota, o Volta Redonda, que está com 3 pontos, deve ser o segundo do Grupo 32, liderado pela Portuguesa com 6. Paraná e Santo André empataram (1 x 1) no primeiro jogo da noite, e estão praticamente eliminados. Na última rodada, Portuguesa x Paraná e Volta Redonda x Santo André.

DESPEDIDA DO BOTAFOGO – Sem chance de se classificar, o Botafogo se despede da edição histórica de número 50 da Copa São Paulo, nesta terça (8), com a Francana. Na estreia, o Botafogo empatou (1 x 1) com o Horizonte, do Ceará, e no segundo jogo foi derrotado (1 x 0) pelo Cuiabá, do Mato Grosso. O Botafogo tem saldo negativo de 1 gol, igual ao Horizonte, último, também com 1 ponto. Cuiabá e Francana, com 4 pontos, disputam o primeiro lugar do Grupo 9, em Franca – capital brasileira do calçado -, nordeste de São Paulo, a 400 km da capital.

  • O BOAVISTA SC, de Saquarema, foi uma decepção na Copa São Paulo. Perdeu na estreia para o Bahia (3 x 1) e depois para o Taquaritinga (4 x 2), sendo o único do Grupo 12 a não pontuar. O Boavista joga nesta terça (8) com o Guarani, também eliminado,  enquanto Bahia e Taquaritinga decidirão o primeiro lugar.
  • O MADUREIRA, derrotado na estreia pelo Flamengo, de São Paulo (2 x 0), também se despede da Copa São Paulo nesta quarta (9), depois de 2 x 2 com o Coritiba no segundo jogo, com o Garulhos, último e único do Grupo 26 que ainda não pontuou. O Flamengo precisa do empate com o Coritiba para ser o primeiro.
  • O FLAMENGO, campeão de 2018, precisa ganhar quarta (9) do já eliminado Jaguariúna, que perdeu os dois jogos, para confirmar a classificação. Com a derrota (1 x 0) de domingo para o Trindade, de Goiás, o Flamengo deve ser o segundo do Grupo 15. O Trindade joga com o River, terceiro, igual em pontos ao Flamengo (3), mas o rubro-negro carioca leva vantagem no saldo com 3 a favor, enquanto o River tem saldo negativo de 3 gols.