O Fluminense negociou o zagueiro Ibañez com a Atalanta de Bergamo, sétimo colocado do Campeonato Italiano, e não o escalou no jogo da tarde deste último domingo (27) de janeiro, no Maracanã, onde apenas 6.910 pagaram para ver o time ganhar (3 x 1) da Portuguesa e manter a vice-liderança do Grupo B, com 7 pontos, a dois do líder Vasco, único invicto. Ibañez havia feito o gol do empate (1 x 1) com o Volta Redonda, na estreia do Campeonato Carioca de 2019.

SEM VALORES – O Fluminense não anunciou os valores da venda de Roger Ibañez da Silva, 20 anos, 1,85m, destro, nascido em 23/11/98, em Canela, região das hortênsias da Serra gaúcha, a 123 km da capital Porto Alegre. Ibañez será o segundo brasileiro da Atalanta, que há dois anos pagou R$14 milhões ao São Paulo pelo também zagueiro e meio-campo Rafael Toloi, 28 anos, natural do Mato Grosso. A Atalanta é um clube de 111 anos, que só ganhou cinco vezes a Série B e uma vez a Série C.

focandoanoticia.com.br

DESTAQUES – Além do atacante colombiano Yony Gonzalez, autor do segundo gol, o Fluminense teve como destaques o lateral-direito Ezequiel, firme na marcação e bem no apoio, que marcou de cabeça o gol do primeiro tempo aos 14 minutos, após o cruzamento preciso do meia Daniel, que também fez excelente apresentação. Na volta do intervalo, o gol de Yony Gonzalez, aos 34, foi com boa assistência de Everaldo, e o terceiro, que Luciano marcou aos 42, contou com o cruzamento de Bruno Silva. Douglas, aos 36, em boa jogada individual, marcou o gol da Portuguesa.

MAU GOSTO – O Fluminense abusou do mau gosto ao apresentar o terceiro uniforme na tarde de ontem (27) no Maracanã. Azul, com listras finais verticais em branco, grená e verde, e o escudo no meio do peito, nada tem a ver com a tradição centenária do clube, que conserva um estádio obsoleto e muda, para muito pior, o uniforme do time. Os tricolores não merecem.

Gazetapress

A FAIXA – Os jogadores da Portuguesa entraram com uma faixa: “Força Brumadinho. Nossa solidariedade às vítimas dessa tragédia”. Coisa rara, como já acontecera na véspera em Botafogo x Flamengo, no estádio Nilton Santos, o público respeitou o minuto de silêncio, com os times e os árbitros no grande círculo do Maracanã. Boa atuação do árbitro Philipp Bennett. R$179.400,00. 6.910 pagantes, sob calor muito forte.

O FLUMINENSE volta depois de amanhã (30) ao Maracanã para jogar com o outro time que ainda não venceu, o Madureira. O primeiro lugar do Grupo B será decidido sábado (2), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, com o Vasco, que terá a vantagem do empate.