Escolha uma Página

Fluminense x Botafogo, o clássico mais antigo do futebol brasileiro, disputado pela primeira vez no domingo, 22 de outubro de 1905, em amistoso que o Fluminense venceu por 6 x 0, será o último jogo de amanhã (24) da rodada 32 do Campeonato Brasileiro de 2020, em São Januário, com o apito de ouro de Edina Alves Batista, da Federação Paulista e da FIFA, que a confirmou como primeira árbitra do Brasil no Mundial masculino de clubes, com início dia 4 de fevereiro no Catar.

O PRESENTE – Nascida em Goioerê, noroeste do Paraná, a 570 km da capital Curitiba, Edina Alves Batista recebeu ontem (22) a notícia, doze dias após completar 41 anos, e viajará na próxima quarta (27) para Doha, capital da Copa do Mundo de 2022, a primeira em um país do Oriente Médio, o Catar, de belas praias e dunas, e dos arranha-céus futuristas. Com ela, irá a catarinense Neuza Back, de 33 anos, perto de completar cem jogos como assistente da Série A do Campeonato Brasileiro.

ASCENSÃO – Fluminense x Botafogo será o décimo quinto jogo da árbitra Edina Alves da Silva, que estreou na Série A do Brasileiro apitando CSA 1 x 0 Goiás, na noite da terça, 7 de maio de 2019, no estádio Rei Pelé, em Maceió, um ano depois de atuar na Copa America Feminina no Chile. Em 2019, no Mundial Feminino da França, Edina apitou dois jogos, e a semifinal Estados Unidos 2 x 1 Inglaterra, em Lyon, tendo como assistentes Neuza Back e a paulistana Tatiane Camargo.

LIBERTADORES – O campeão da Copa Libertadores – Santos ou Palmeiras – jogará com o vencedor de Tigres, do México x Ulsan, da Coreia do Sul, que farão a primeira semifinal, dia 4 de fevereiro, e no dia seguinte, o vencedor da outra semifinal – Al-Ahly, do Egito x Al-Duhail, do Catar – será o adversário do Bayern Munique, segundo campeão europeu invicto, depois do Manchester United em 2007-08. A tendência é que a final do Mundial de clubes seja Bayern x Santos ou Palmeiras.

CLÁSSICO VOVÔ, assim Fluminense x Botafogo foi tratado pelos cronistas dos anos 50-60, por ser o mais antigo do Campeonato Carioca, que decidiram cinco vezes. O Fluminense foi campeão em 46, 71, 75 e 2012. O Botafogo só ganhou a final de 1957, seu primeiro título carioca no Maracanã, com o maior placar de todas as finais: 6 x 2. Paulinho Valentim fez cinco gols e ultrapassou Dida, do Flamengo, em um gol (22 a 21), tornando-se o artilheiro do campeonato, no único título do técnico João Saldanha.

FLUMINENSE e BOTAFOGO estarão amanhã (24) em situações opostas. O Fluminense, sétimo, com 47 pontos, tentando manter a vaga na Libertadores de 2021. O Botafogo, último, com 23 pontos, buscando com todas as forças evitar o terceiro rebaixamento à Série B, depois de 2002 e 2014. Com o mando de campo, o Fluminense escolheu São Januário porque o Maracanã só estará liberado após a final da Libertadores que Santos e Palmeiras disputarão no próximo sábado (30).