Vasco e Fluminense abrem neste penúltimo sábado (20) de julho, véspera do aniversário de 117 anos do Fluminense, a décima primeira rodada do Brasileirão 2019 tentando vencer para não voltar ao rebaixamento. Quatro vezes campeões brasileiros, há 35 anos decidiram o título de 1984 no Maracanã, com 130 mil torcedores, e neste sábado só terão em torno de 20 mil pagantes, quando farão o quadragésimo nono jogo em São Januário, com 23 vitórias do Vasco, 14 do Fluminense e 11 empates.

OS TÍTULOS – De acordo com a unificação recente feita pela Confederação Brasileira de Futebol, o Fluminense foi campeão em 1970, quando a denominação era Taça de Prata; voltou a ser em 1984, na primeira decisão entre times da mesma cidade; em 2010 e em 2012 (há seis anos não é campeão). O Vasco foi campeão em 1974, 1989, 1997 e 2000 (há 18 anos não é campeão). Em nível estadual, o Fluminense ganhou 31 títulos (o último em 2012); o Vasco, 24 títulos (o último em 2016).

HISTÓRICA – A noite de 27 de maio de 84, no Maracanã, foi histórica. Dois times cariocas, pela primeira vez, decidindo o título brasileiro. O Fluminense foi campeão (1 x 0) com o gol do paraguaio Romerito. Fluminense – Paulo Victor, Aldo, Duílio (cap), Ricardo Gomes e Branco; Jandir, Delei e Assis; Romerito, Washington e Tato. Vasco – Roberto Costa, Edevaldo, Ivan, Daniel Gonzalez e Airton; Pires, Arturzinho e Mário; Mauricinho, Roberto e Marquinhos. 

LÁ EMBAIXO – Depois de nove rodadas, o clássico deste sábado (20 de julho de 2019) é bem a cara do futebol carioca atual. Vasco e Fluminense, lá embaixo, lado a lado, de mãos dadas: 9 pontos, 2 vitórias, 3 empates, 5 derrotas. Décimo quinto, o Fluminense só está uma posição acima do Vasco pelos gols: marcou 14, sofreu 17 (saldo menos 3); o Vasco fez 9, sofreu 16 (saldo menos 7). Se empatarem, entram de novo no rebaixamento, se Chapecoense (8 pontos) e Cruzeiro (9) vencerem.

RETORNO – Recuperado de problema muscular, o zagueiro Leandro Castan volta ao time do Vasco, que defende desde 2018, ao voltar de seis temporadas na Itália. Paulista de Jaú, 32 anos, 1,85m, canhoto, Castan vai recompor bem a zaga com o colombiano Oswaldo Henriquez, 30 anos, 1,86m, destro. Time: Fernando Miguel, Pikachu, Oswaldo Henriquez, Leandro Castan e Henrique; Raul, Richard e Marquinho; Yan Sasse, Valdívia e Marrony. 

38 ANOS – O Fluminense promoverá a estreia do meia Nenê, um dia depois de completar 38 anos. Paulista de Jundiaí, ele é de 19 de julho de 1981 e foi dispensado pelo São Paulo. De 2015 a 2018 no Vasco, ele fez 132 jogos e marcou 44 gols, alguns de falta, sua especialidade. Estreia na vaga de Ganso, suspenso. Time: Agenor, Gilberto, Digão, Nino e Caio Henrique; Bruno Silva ou Yuri, Daniel e Nenê; João Pedro, Yony Gonzalez e Pedro. 11 da manhã é um horário pouco usual no futebol do Rio aos sábados.

Imagem: site Super Vasco