O Fortaleza impôs a segunda derrota consecutiva ao Bragantino, muito mal na volta à Série A depois de 22 anos, e completou quatro jogos sem derrota, com os 3 x 0 da noite de ontem (29), na Arena Castelão, onde o capitão Wellington Paulista, aos 37 anos, foi o destaque com dois gols, um em cada tempo. O Fortaleza foi o primeiro time a marcar três gols em dois jogos e o segundo a vencer por 3 x 0, repetindo o placar da vitória do Atlético Goianiense sobre o Flamengo.

PINTURA – O Fortaleza exerceu amplo domínio sobre o Bragantino e poderia já ter saído para o intervalo com vitória mais ampla. Mas o gol único do primeiro tempo, aos 39 minutos, valeu pela beleza da jogada bem trabalhada e pela pintura da conclusão de Wellington Paulista, que viu o goleiro Cleiton um pouco adiantado e o encobriu com um toque de alta categoria, que merecia torcida na Arena Castelão para aplaudir o veterano atacante, ainda em boa forma aos 37 anos.

MAIS DOIS – O Fortaleza manteve o Bragantino sob domínio e fez mais dois gols na volta do intervalo. Romarinho ampliou aos 15 e Wellington Paulista, o melhor em campo, marcou o terceiro gol aos 40, completando cruzamento sob medida do lateral Gabriel Dias. Bom dizer: pela primeira vez, em três jogos em casa, o Fortaleza fez gol, depois de perder (2 x 0) na estreia para o Athletico Paranaense e de 0 x 0 com o Botafogo.

FORTALEZA – Felipe Alves, Tinga (Gabriel Dias), Jackson (Paulão), Juan Quintero e Bruno Melo; Felipe, Romarinho (Fragapan) e Marlon; David (Yuri Cesar), Wellington Paulista e Osvaldo (Ederson). Técnico – Rogerio CeniSétimo com 8 pontos – 2 vitórias, 2 empates, 2 derrotas, saldo de dois gols (7 a 5) -, o Fortaleza faz o superclássico com o arquirrival Ceará, quarta (2), na Arena Castelão.

BRAGANTINO – Cleiton, Weverton (Aderlan), Leo Ortiz, Realpe e Weverson; Ryller, Bruno (Barreto) e Lucas Evangelista (Leandrinho); Arthur (Luis Felipe), Chrigor (Hurtado) e Morato. Técnico – Felipe Conceição. Décimo quarto com 5 pontos – 1 vitória, 2 empates, 3 derrotas, saldo negativo de quatro gols (6 a 10) -, com a defesa mais vazada, o Bragantino será outra vez visitante, quarta (2), no jogo com o Athletico Paranaense, em Curitiba.

4 JOGOS, 10 GOLS – Na abertura da sexta rodada, 10 gols nos 4 jogos de ontem (29), em que o Botafogo e o Vasco perderam a invencibilidade para o Internacional, que se manteve invicto e com folga de 5 pontos na liderança, e para o Fluminense, que entrou no G4. Em 49 jogos, 108 gols, média de 2.20 gols por jogo. O Internacional tem o ataque mais positivo (10), a defesa menos vazada (2) e o artilheiro do campeonato, Tiago Galhardo, com 4 gols.

Fotos: Jornal TodoDia, SuperEsportes, CBF, Camila Lima/SVM, Diário do Nordeste.