O Fortaleza ganhou com muita facilidade (3 x 0) do CSA, neste domingo (17), na Arena Castelão, repetindo o que fizera no jogo do turno, com 2 x 0 no estádio Rei Pelé, em Maceió. O campeão cearense já saiu para o intervalo com 1 x 0, gol do meia Juninho aos 34, em primorosa cobrança de falta, que levou os torcedores ao delírio.

MAIS DOIS – O Fortaleza só precisou de quatro minutos para liquidar o jogo, com os gols do lateral Tinga aos quatro e do zagueiro Paulão aos oito. Foi a décima segunda vitória do time do técnico Rogerio Ceni, nona como mandante. O Fortaleza é décimo terceiro com 42 pontos e só precisa de mais uma vitória para se manter na Série A em 2020.

FORTALEZA – Felipe Alves, Tinga, Quintero, Paulão e Carlinhos; Felipe (Derley), Juninho e André Luis (Kieza); Romarinho, Wellington Paulista (Mateus Alessandro) e Edinho. O próximo jogo é com o Internacional, domingo (24), em Porto Alegre.

CSA – João Carlos, Celsinho, Alan Costa, Luciano Castan e Carlinhos; Dawhan, João Vítor, Apodi (Rafinha) e Euller (Jean Cleber); Warley (Bruno Alves) e Ricardo Bueno. Técnico – Argel Fucks. Quarta derrota consecutiva do antepenúltimo colocado com 29 pontos. O CSA sofreu a décima oitava derrota, quarta consecutiva e décima terceira como visitante. O próximo jogo é com o Fluminense, segunda (25), em Maceió.

UM CARTÃO – O árbitro Anderson Luis Daronco, da Federação Gaúcha e da FIFA, teve mais uma boa atuação, em jogo de bom nível técnico disciplinar, em que a única advertência com cartão amarelo foi para o atacante Warley, do CSA. R$323.927,00. 33.231 pagantes na Arena Castelão, em Fortaleza.

Foto: Federação Cearense de Futebol