Escolha uma Página

APESAR DO EQUILÍBRIO na maior parte do jogo, os franceses mereceram a classificação porque foram mais ousados, bem diferentes da fase de grupos em que não venceram (0 x 1 Áustria, 0 x 0 Holanda, 1 x 1 Polônia).

A FRANÇA, do técnico Didier Deschamps, ex-meia de 55 anos, campeão do mundo como capitão em 98 e técnico em 2018, contou com a melhor atuação individual, a do goleiro Mike Maignan, que evitou gols de Lukaku e De Bruyne.

APÓS A SAÍDA de Donnarumma para o PSG, Mike Maignan foi comprado pelo Milan, em maio de 2021, depois de se destacar pelo Lille, campeão francês, sem sofrer gol em 21 dos 34 jogos do Campeonato Francês.

FRANÇA 1 x 0 BÉLGICA, com 46.810 torcedores na Espirit Arena, em Dusseldorf, registrou 17 faltas, 7 da França, e cinco cartões amarelos, dois para jogadores belgas. Atuação correta do árbitro sueco Glenn Nyberg, de 35 anos, desde 2016 na FIFA.

Fotos: UEFA