O gol do francês Karim Benzema, aos 12 do segundo tempo, completando cruzamento do lateral-esquerdo francês Ferland Mendy, após jogada iniciada por Vinícius Júnior, deu a vitória ao Real Madrid sobre o Atlético de Madrid, no dérbi da capital da Espanha, diante de 77.223 torcedores no estádio Santiago Bernabeu, neste primeiro sábado (1) de fevereiro. O Real Madrid lidera com 49 pontos, e o Barcelona, que joga amanhã (2), tem 43 pontos.

494 JOGOS, 240 GOLS – Comprado em 1 de julho de 2009 do Lyon por 30 milhões de euros, Karim Benzema chegou ao gol 240 em 494 jogos pelo Real Madrid. Ele é de Lyon, terceira maior cidade da região central da França, a 470 km da capital Paris, foi quatro vezes campeão pelo Lyon, e marcou 27 gols em 81 jogos pela seleção francesa, sendo um dos campeões do mundo de 2018 na Rússia. Bicampeão espanhol, Benzema, de 32 anos, ganhou quatro Ligas dos Campeões da Europa e quatro Mundiais de clubes. É idolatrado pela torcida do Real Madrid.

VELOCIDADE – Com as substituições de Isco por Lucas Vazquez, e do alemão Tony Kroos por Vinícius Júnior, o Real Madrid voltou do intervalo mais veloz e criativo. Vinícius Júnior deu uma arrancada pela esquerda e estendeu o passe ao lateral francês Ferland Mendy, que cruzou na medida para Karim Benzema, sempre se posicionando bem, para finalizar junto da segunda trave e marcar o gol que manteve a liderança isolada do campeonato. Observado um minuto de silêncio pela morte do ex-astro Kobe Bryant, da NBA.

REAL MADRID – Courtois, Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Mendy; Casemiro, Valverde, Kroos (Vinícius Júnior, intervalo) e Luka Modric; Isco (Lucas Vazquez, intervalo) e Benzema. Técnico – Zinedine Zidane. O Real Madrid soma 49 pontos em 22 rodadas – 14 vitórias, 7 empates, 1 derrota – e saldo de 27 gols (40 x 37). O zagueiro Eder Militão e o lateral Marcelo ficaram na reserva. Rodrygo, ex-Santos, nem na reserva.

ATLÉTICO DE MADRID – Jan Oblak, Vrsaljko, Savic, Felipe e Renan Lodi; Llorente, Thomas Partey (Camello, 30 do segundo tempo), Correa e Saul; Vitolo (Carrasco, 26 do segundo tempo) e Alvaro Morata (Lemar, 5 do segundo tempo). Técnico – Diego Simeone. O Atlético é quinto colocado com 36 pontos em 22 rodadas – 9 vitórias, 9 empates, 4 derrota – e saldo de sete gols (22 x 15). O Atlético acertou 255 passes, menos 313 que o Real Madrid (568).

AUSÊNCIA – O jovem meia português João Félix, 20 anos, 1,81m, com problema muscular, desfalcou o Atlético. Após 20 gols em 43 jogos pelo Benfica, ele foi comprado em julho de 2019 por 126 milhões de euros, mas seu rendimento não vem correspondendo, com apenas 4 gols em 24 jogos e substituído no decorrer da maioria. Foi o dérbi 162 e o Real Madrid ampliou a vantagem de vitórias (90 a 39), e 36 empates. 

29 FALTAS, 4 CARTÕES – O árbitro Xavier Estrada Fernandez, 44 anos, funcionário federal, FIFA desde 2011, marcou 29 faltas – 18 do Real Madrid – e aplicou quatro cartões amarelos para Mendy e Casemiro (reclamação no minuto final), e Vrsaljko (falta em Vinícius Júnior) e Felipe, zagueiro paulistano de 30 anos (falta no uruguaio Valverde). O árbitro e o VAR não confirmaram pênalti de Casemiro em Morata aos 33 do primeiro tempo, sob muito protesto do Atlético no final do jogo.

RONALDO FENÔMENO, presidente do Valladolid, ameaçado de rebaixamento, conseguiu com o Barcelona o empréstimo do volante Mateus Fernandes, comprado por 7 milhões de euros (R$33 milhões) do Palmeiras, no último dia (31) da janela de transferências de inverno. Nascido em Itaboraí, região metropolitana do Rio, ele tem 21 anos e o Barcelona estabeleceu multa rescisória de 300 milhões de euros (R$1.400 mil). Por ser clube formador, o Botafogo vai receber 700 mil euros (R$3.200 mil).

Foto: bleacher report