Não há mesmo mais clima para Neymar continuar no PSG, que busca a melhor solução para negociar o atacante antes que se feche a janela de transferências. Os torcedores do Paris Saint Germain levaram faixas ao Parque dos Príncipes na tarde de ontem (11) e uma delas dizia: “Neymar, Casse-toi”, que quer dizer “Neymar, vá embora” ou “Neymar, desaparece”.

A faixa foi exibida bem antes do jogo com o Nimes, na abertura da temporada 2019-2020, em que o PSG começou ganhando (3 x 0) com os gols do uruguaio Edinson Cavani, aos 24 do primeiro tempo, e do francês Mbappé, aos 7, e do argentino Di Maria, aos 34.

ATÉ EM ESPANHOL – Bem pior que a faixa, foram as ofensas dirigidas a Neymar em espanhol, chamando-o de “Hijo de la puta”, praticamente sem sotaque. O coro parecia ter sido ensaiado durante alguns dias, tal a precisão com que os torcedores o entoavam, com pequena pausa de duração. E as palavras eram ditas, aos berros e em tom de muita raiva. O técnico alemão Thomas Tuchel, do PSG, disse apenas: “Estou sentido com tudo isso e vou continuar defendendo Neymar porque ele ainda é meu jogador”.

ADIANTADAS – O ex-lateral Leonardo, que foi jogador e voltou a ser diretor do PSG, acenou para os torcedores, que exibiram uma faixa pelo retorno ao clube: “Bem-vindo, Leo. Aqui é sua casa”. Leonardo disse que “as conversas para a saída de Neymar estão mais adiantadas”, sem revelar se com o Real Madrid ou o Barcelona, únicos interessados.

BOA ESTREIA – Quem começou bem como técnico no Campeonato Francês foi o ex-lateral Sylvinho, que se desligou da seleção brasileira antes da Copa América. O ex-assistente de Tite, agora dirigindo o Lyon, ganhou (3 x 0), fora de casa, do Mônaco. Sylvinho jogou no Corinthians, Arsenal e encerrou a carreira em 2010 no Manchester City.

Sylvinho foi contratado pelo Lyon por indicação do ex-meio-campo Juninho Pernambucano, um dos melhores jogadores da história do clube, que passou a diretor após encerrar a carreira. Ele fez 344 jogos e marcou 100 gols, de 2001 a 2009, e foi sete vezes consecutivas campeão francês.

Foto: Goal.com