Mesmo classificado para a fase de grupos da Libertadores 2020, o Athletico Paranaense mantém a pegada firme, como demonstrou na noite de ontem (26), ao vencer (2 x 0) o Grêmio, na Arena da Baixada, em Curitiba, e completar 10 jogos sem perder no Brasileirão 2019. Os dois têm 49 pontos e 17 vitórias, e a vantagem do Grêmio, quarto, é no saldo de gols (21 a 18).

GOL 100 – O Athletico Paranaense já saiu em vantagem para o intervalo, com o gol do lateral-esquerdo Marcio Azevedo, aos 33, após boa tabelinha com Rony. Foi o centésimo gol do time em 2019. No segundo tempo, Nikão marcou o segundo gol aos 18, convertendo o pênalti que Mateus Henrique cometeu ao desviar a bola com o braço. Foi a décima primeira vitória como mandante.

EXPULSO – O Grêmio terminou com 10 desde a metade do segundo tempo, com a expulsão do atacante Diego Tardelli, que chutou Nikão por trás, aos 22 minutos, e levou o cartão vermelho direto, muito bem aplicado pelo árbitro Bruno Arleu Araújo, da Federação do Rio de Janeiro e que em 2020 passará a ser do quadro da FIFA.

ATHLETICO – Santos, Jonatan (Adriano), Tiago Heleno, Leo Pereira e Marcio Azevedo; Wellington, Camacho (Erick) e Lucho Gonzalez (Leo Cittadini); Nikão, Rony e Marcelo Cirino. Técnico – Eduardo Barros. O próximo jogo será sábado (30), na Arena Castelão, com o Ceará, que levou a virada (4 x 1) do campeão Flamengo, no Maracanã.

GRÊMIO – Paulo Victor, Rafael Galhardo, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Mateus Henrique e Alisson (Darlan); Luciano (Pepê), Diego Tardelli e Everton. Técnico – Renato Portaluppi, na sexta derrota como visitante em dezoito jogos.

AMEAÇA –O próximo jogo do Grêmio é domingo (1), na Arena Grêmio, com o São Paulo, adversário direto pela vaga na Libertadores. Se vencer hoje (28) o Vasco, no Morumbi, o São Paulo ficará a dois pontos do Grêmio (57 a 59) e poderá ultrapassá-lo domingo (1).

INCONVENIENTE – O zagueiro argentino Walter Kannemann foi um dos advertidos com cartão amarelo, tornando-se inconveniente ao seguir o árbitro até à cabine do VAR, na consulta no lance do pênalti, insistindo para que não confirmasse. Os outros do Grêmio advertidos com cartão amarelo foram Cortez, Michel e Mateus Henrique, e os do Athletico Wellington, Camacho e Nikão.  R$572.985,00. 21.709 pagantes na Arena da Baixada.

Foto: Reprodução