O Atlético Paranaense manteve a nona posição no Brasileirão 2019 ao vencer (2 x 1) o Bahia, que não perdia há mais de um ano na Arena Fonte Nova. A única derrota no atual campeonato como mandante, havia sido para o Santos, mas no estádio de Pituaçu. Todos os gols foram no segundo tempo e o Furacão fez 2 x 0 em oito minutos.

NA TRAVE – O Bahia imprimiu bom ritmo no primeiro tempo, mas o Atlético foi atento na marcação. Gilberto, artilheiro do campeão baiano e vice-artilheiro do Brasileirão, mandou uma bola na trave e a outra foi do lateral Nino, com boa presença no ataque. Gilberto chegou ao terceiro jogo consecutivo sem fazer gol.

OS GOLS – O Atlético fez 1 x 0 aos 12 minutos, com Marcelo Cirino completando escanteio de cabeça, e Leo Cittadini ampliou a vantagem dos visitantes aos 20, concluindo de carrinho o cruzamento de Thonyy Anderson. O atacante Fernandão, que não marcava há 14 jogos, fez o gol do Bahia, de cabeça, após excelente cruzamento de Nino.

BAHIA – Douglas Friedrich, Nino, Lucas, Juninho e Moisés; Flávio (Fernandão, 23 do segundo tempo), Gregore – completou 100 jogos – e Guerra (Lucca, 14 do segundo tempo); Arthur (Arthur Caíke, 29 do segundo tempo), Gilberto e Elber. Técnico – Roger Machado. O time volta à Fonte Nova, quarta (9) para o jogo com o São Paulo. Com 37 pontos, após a sexta derrota, o Bahia caiu uma posição e terminou a rodada em sétimo. 

ATLÉTICO – Santos, Madson, Tiago Heleno (Adriano, 25 do segundo tempo), Leo Pereira e Marcio Azevedo; Bruno Guimarães, Leo Cittadini e Lucho Gonzalez (Erick, 33 do segundo tempo); Nikão (Thonny Anderson, 8 do primeiro tempo), Rony e Marcelo Cirino. Técnico – Tiago Nunes. O Furacão terminou a rodada em nono com 34 pontos e o próximo jogo é quinta (10), com o Corinthians, em São Paulo.

SEIS CARTÕES – Três dias depois da boa atuação em River 2 x 0 Boca, o paulista Raphael Claus voltou a ter bom desempenho. Ele advertiu dois do Bahia – Guerra e Fernandão – e quatro do Atlético – Madson, Adriano, Bruno Guimarães e Leo Cittadini -, todos por faltas normais. R$739.395,00. 38.096 pagantes. Os torcedores aplaudiram o Bahia na saída.

Foto: Athletico/Divulgação