Não são tantas as diferenças no contexto do futebol mundial, entre os europeus criadores das regras e os brasileiros que se limitam a copiar, a começar pela Rainha-mãe Inglaterra, que coloca o saldo de gols como primeiro critério de desempate, seguido dos gols marcados, e tem como terceira hipótese, um jogo extra. Diferente de outros europeus, o futebol inglês não adota o confronto de desempate como critério prioritário, recorrendo a itens menos utilizados em países do mesmo continente.

ALEMANHA – Considerada como um dos grandes modelos do futebol, com base em sua organização quase irretocável, a Alemanha resume o desempate, em havendo igualdade em pontos entre duas equipes ao final do campeonato, em quatro itens: saldo de gols; gols marcados; confronto direto e gols marcados fora de casa, e ressalta que, se ainda assim persistir a igualdade, as equipes terão que disputar jogo extra em campo neutro.

ESPANHA – A diferença de gols marcados entre os times que estiverem iguais em pontos é o primeiro critério de desempate em La Liga. A organização de um dos mais bem-sucedidos campeonatos do mundo, incluída a extraordinária referência comercial das elevadas cotas de transmissão para mais de cem países, é aprovada sem restrições pelos clubes e torcedores. Se dois times estiverem iguais em pontos, o que marcou mais gols no confronto direto entre ambos prevalece para decidir o título.

ITÁLIA – A Federação Italiana não se afasta do critério, em caso de empate em pontos, do confronto direto, que afere as campanhas. É regra usada desde o primeiro campeonato, em 1922, sem que tenha desagradado, até os dias atuais, a nenhum dos clubes. Os dirigentes consideram que nada pode estabelecer mais diferença entre as equipes que estiverem iguais na pontuação. A França adota três critérios: saldo de gols; gols marcados e confronto direto.

PORTUGAL – A Federação Portuguesa mantém a base dos critérios adotados na maioria dos outros países e usa o saldo de gols como prioridade para o desempate, mas tem um adendo diferente: os gols marcados como visitantes pelas equipes que estiverem iguais em pontos. Pedro Proença, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, considera que a entidade está dentro dos padrões mundiais. Ele foi um dos grandes árbitros europeus.

BRASIL – Os sete itens adotados pelo futebol brasileiro quando duas equipes terminam o campeonato com o mesmo número de pontos: 1 – maior número de vitórias. 2 – Saldo de gols. 3 – Maior número de gols marcados. 4 – Confronto direto. 5 – Menor número de cartões vermelhos. 6 – Menor número de cartões amarelos. 7 – Sorteio.

Foto: Lance!