Sábado, 23 de maio de 2020. O coronavírus mata 248. Novo recorde no Rio.Domingo, 24 de maio de 2020. O prefeito do Rio fala em protocolo de segurança e diz que pensa primeiro em salvar vidas… Autoriza a volta dos treinos amanhã (26), para os outros clubes, porque o Flamengo passou por cima de tudo e faz tempo que está treinando. E vai continuar treinando, quando bem entender e quiser. Sabe que não será punido mesmo.

38 MIL CASOS CONFIRMADOS. 4 MIL MORTES NO RIO

O prefeito disse aos clubes que seria melhor só voltar aos treinos em junho, e aos jogos, em julho. Flamengo – à frente de tudo, e de todos, pela volta imediata -, Vasco, clubes pequenos e Federação de Futebol do Rio, na pressão, cada vez mais forte. Prefeito cede e fica por isso mesmo. O futebol carioca e a Casa-da-mãe-joana, nenhuma diferença.

TOMA-LÁ-DÁ-CÁ – Flamengo e Vasco foram a Brasília pressionar o presidente. O presidente pressionou o prefeito, e o prefeito, em troca de apoio, no Toma-lá-dá-cá, pela reeleição,  autorizou a volta dos treinos e dos jogos. E até fingiu que não via o Flamengo treinar, descumprindo seu próprio decreto. E impediu a entrada de agente municipal no Ninho do Urubu, que causa arrepio em dez famílias. Votar nele, outra vez, só com pouca vergonha na cara.

A SAÚDE NO MUNICÍPIO DO RIO É DE MATAR.

É preciso ter pouca vergonha na cara para votar de novo nesse prefeito.