EM SUA EDIÇÃO DA NOITE DESTA 2ªFEIRA (3), o jornal inglês The Mirror (O Espelho, em português) publica: “As opiniões de Gabriel Barbosa sobre o Newcastle mudam com a oferta de transferência de 17 milhões de libras (R$129 milhões) sendo divulgada. Conforme revelado com exclusividade pelo The Mirror, o Flamengo aceitaria emprestar o jogador por seis meses, desde que o acordo inclua a compra definitiva, caso o Newcastle sobreviva”.

O NEWCASTLE, clube de 129 anos, fundado em 9 de dezembro de 1892, foi quatro vezes campeão inglês, a última em 1926-27, e seu título mais recente é o da 2ª divisão de 2016-17. Penúltimo do atual campeonato com 11 pontos, só 1 ponto à frente do lanter Norwich, o Newcastle, em 19 jogos, 1 vitória, 8 empates, 10 derrotas, saldo negativo de 23 gols (19 a 42). O fundo bilionário da Arábia Saudita, que recém comprou o clube, tenta evitar a volta à 2ª divisão.

O INTERESSE EM TER GABRIEL, POR EMPRÉSTIMO, foi depois que o Benfica recusou a proposta do Newcastle pelo atacante uruguaio Darwin Nuñez, de 22 anos, artilheiro do Campeonato Português. De acordo com o texto da matéria do jornal inglês, “o Benfica deixou claro, e pediu que não houvesse insistência, que só cederia Darwin Nuñez em definitivo e por “colossais” 60 milhões de libras”, o que equivalente a pouco mais de R$760 milhões.

OUTRO TEMA ABORDADO pelo jornal londrino, foi a decepção sofrida na noite desta 2ª feira (3) por Cristiano Ronaldo, não só pela derrota do Manchester United, mas também por ter sido a primeira como capitão, desde a volta ao clube. O atacante havia sido capitão do Manchester United em 2008, na vitória (2 x 0) sobre o Bolton, quando o técnico Alex Ferguson, que pediu sua compra do Sporting de Lisboa, entregou-lhe a braçadeira.

EMBORA TENHA FEITO 14 GOLS EM 21 JOGOS na volta ao Manchester United, Cristiano Ronaldo teve, junto com a equipe, uma das atuações mais decepcionantes desde que voltou à Inglaterra. Foi o 11º jogo que disputou como capitão e o 1º que perdeu, além de ter tido o gol, que seria do empate, anulado por impedimento. O técnico alemão Ralf Rangnick, que também sofreu a primeira derrota, resumiu: “Só posso dizer que estou mais decepcionado do que triste”.

COMO SE NÃO FALTASSE MAIS NADA, o Wolverhampton – 8º com 28 pontos, 8ª vitória em 19 jogos – não vencia o Manchester United, no estádio Old Trafford, desde 1980. E mais: o gol da vitória, aos 37 do 2º tempo, foi marcado de fora da área pelo meia João Moutinho, de 35 anos, desde 2018 no Wolverhampton. Depois do ex-meia Luis Figo e de Cristiano Ronaldo, João Mourinho é o terceiro com mais jogos pela seleção de Portugal. 

Foto: Arena 4G