Atalanta e PSG iniciam nesta quarta (12), às 9 da noite, no estádio da Luz, em Lisboa – 4 da tarde, hora do Rio -, o mata-mata da das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, tentando título inédito. O vencedor jogará com Atlético de Madrid ou Leipzig, que decidirão a outra vaga nas semifinais, amanhã (13), no estádio José Alvalade, do Sporting de Lisboa. O ganhador de sexta (14) Barcelona x Bayern fará a outra semifinal com o vencedor de sábado (15) Manchester City ou Lyon.

SUPERPRÊMIO – A União Europeia de Futebol, que pela primeira vez decidiu programar todos os jogos da fase final em uma só cidade, em virtude dos problemas da pandemia do novo coronavírus, antecipou que o campeão 2019-2020 ganhará prêmio recorde. O Liverpool, campeão da temporada anterior, recebeu 108 milhões de euros, o equivalente a R$658 milhões, e o vencedor da grande final do próximo dia 23, no estádio da Luz, ganhará prêmio ainda maior, em torno de R$800 milhões.

COINCIDÊNCIA – Fundado no ano em que o Brasil ganhou a terceira Copa do Mundo (1970), o Paris Saint Germain comemora 50 anos hoje, 12 de agosto de 2020. Comprado pelo Fundo de Investimento do Catar, o clube ganhou o sétimo título consecutivo de campeão francês, a Copa da França e a Copa da Liga Francesa, depois de investir 222 milhões de euros – quase 1 bilhão de reais – em Neymar, jogador mais caro do mundo, que resume: “Estou muito feliz no PSG. O time é uma família muito unida“.

AS FIGURAS – Depois de Neymar, o PSG conta com Mbappé, campeão do mundo e revelação da Copa de 2018. Recuperado da torção do tornozelo, fez o treino final e está confirmado. O técnico alemão Thomas Tuchel lamenta a falta do argentino Ángel Di Maria, meia e ponta canhoto de muita criatividade, mas fora do jogo, cumprindo suspensão. O PSG também ficou sem o artilheiro uruguaio Cavani, que não renovou contrato, mas terá o goleador argentino Mauro Icardi.

OFENSIVO – Terceira no Italiano, a Atalanta se destacou pelo futebol ofensivo, com 98 gols em 38 jogos – média de 2.57/jogo -, superando a vice-campeã Inter de Milão com 81 e a campeã Juventus com 76 gols. O técnico Gian Piero Gasperini não terá o artilheiro Josip Ilicic, esloveno de 32 anos, por problemas pessoais, e o goleiro Pierluigi Gollini, com dores no joelho, que será substituído por outro italiano, Marco Sportiello, de 28 anos, 1,92m.

PSG – Keylor Navas, Kurzawa, Tiago Silva, Marquinhos e Bakker; Gueye, Paredes e Draxler; Mbappé, Neymar e Mauro Icardi. Os observadores atribuem 61% de favoritismo ao campeão francês, que eliminou o Borussia Dortmund, perdendo (2 x 1) na Alemanha, mas ganhando (2 x 0) em Paris. 

ATALANTA – Sportiello, Djimisti, Caldara e Toloi; Castagne, De Roon, Freuler e Gosens; Pasalic, Papu Gomez e Zapata. O time e o técnico Gian Piero Gasperini querem dedicar a classificação da Atalanta aos 17 mil torcedores que morreram vítimas da Covid-19, na região da Lombardia, das mais afetadas na Itália.

ARBITRAGEM – O inglês Anthony Taylor, de 41 anos, nascido em 20/10/78, em Manchester, apitará Atalanta x PSG. Em 2015, ano em que estreou na Premier League, Taylor apitou a final Chelsea 2 x 0 Tottenham, e em 2017 e 2020 as finais em que o Chelsea ganhou duas vezes (2 x 1) do Arsenal, no clássico londrino de mais rivalidade. Atalanta e PSG decidirão a vaga na prorrogação de 30 minutos, ou até em pênaltis, se não houver ganhador nos 90 minutos.

Foto: Torcedores