O Goiás perdeu a chance de subir uma posição, no empate (2 x 2) da noite deste domingo (20) com a Chapecoense, na Arena Condá, no oeste catarinense. O time do técnico Ney Franco teve que se empenhar no segundo tempo para escapar da derrota, ao sair perdendo (2 x 0) no intervalo.

PENÚLTIMO – A Chapecoense passou a lanterna ao Avaí, derrotado (1 x 0) pelo São Paulo, mas a chance de evitar o rebaixamento é quase nenhuma. Depois de 11 jogos, Everaldo fez o primeiro gol aos 22, e o segundo foi de Henrique Almeida, de pênalti, aos 30. No segundo tempo, Rafinha aos três e Rafael Vaz aos 38 marcaram os gols do Goiás.

ERRO DO ÁRBITRO – O Goiás foi prejudicado por um erro do árbitro Gilberto Rodrigues Júnior, da Federação Pernambucana, que anulou um gol de Rafinha, quando estava 0 x 0, alegando toque de mão. Ele bancou a decisão, desprezando consulta ao VAR. Chapecoense 2 x 2 Goiás registrou R$70.590,00, com 4.042 pagantes, na Arena Condá.

CHAPECOENSE e AVAÍ têm 17 pontos e três vitórias, mas o Avaí, com saldo de menos 27 gols (13 a 40) caiu para o último lugar. O saldo da Chapecoense é de menos 21 gols (21 a 42). 

A VIGÉSIMA SÉTIMA rodada será concluída na noite desta segunda (21), feriado do Dia do Comerciário: o Bahia, com 41 pontos, pode ultrapassar Grêmio (41) e Internacional (42) e terminar em sexto com 44, se vencer o Ceará, no estádio de Pituaçu.

NO OUTRO JOGO, o Botafogo não sairá do décimo terceiro lugar, mesmo que ganhe do CSA, às 8 da noite, no estádio Nilton Santos. O Botafogo, com 30, se vencer, abre sete pontos de vantagem sobre o próprio CSA (26). 

Foto: Diário de Goiás