Cristiano Ronaldo ficou revoltado e fora de si, a ponto de arrancar com força a braçadeira de capitão, atirá-la no gramado e sair antes do fim do jogo (2 x 2) deste último sábado (27) de março, pela anulação de seu gol, aos 49 minutos do segundo tempo, que seria o da vitória de Portugal sobre a Sérvia, no estádio Rajko Mitic, o Maracanã de Belgrado. Cristiano Ronaldo aproveitou o lançamento de Nuno Mendes, finalizou e o zagueiro Mitrovic rebateu, após a bola transpor claramente a linha do gol.

SEM VAR – A União Europeia de Futebol não utiliza o VAR nos jogos das eliminatórias. Cristiano Ronaldo abriu os braços e reclamou com o árbitro holandês Danny Makkelie, que o advertiu com o cartão amarelo. Muito irritado, o atacante arrancou com força a braçadeira de capitão, jogou-a no gramado e saiu antes do apito final. Seria o gol da vitória, quando estava 2 x 2, após a reação da Sérvia, que saiu para o intervalo perdendo por 2 x 0, com atuação bem superior de Portugal.

DESTAQUE – Diogo Jota, de 24 anos, 1,78m, atacante do Liverpool, foi destaque com os dois gols, o primeiro de cabeça, aos 11, após cruzamento de Bernardo Silva, e o segundo aos 36, desviando cruzamento de Cédric. Com o gol aos 2 minutos do segundo tempo, Aleksandar Mitrovic, de 26 anos, atacante do inglês Fulham, tornou-se o maior artilheiro da seleção sérvia com 39, superando os 38 gols de Stjepan Bobek – 1923 – 2010 -, em 63 jogos, nos anos 40 e 50, em dois Jogos Olímpicos e duas Copas do Mundo. O gol de empate, aos 15 minutos, foi do meia Filipe Kostic, de 28 anos, do Eintracht Frankfurt.

PORTUGAL – Anthony Lopes, João Cancelo (Nuno Mendes), José Fonte, Ruben Dias e Cédric; Danilo Pereira, Sergio Oliveira (Renato Sanches) e Bruno Fernandes (João Palhinha); Bernardo Silva, Cristiano Ronaldo e Diogo Jota (João Félix). O técnico Fernando Santos, lisboeta de 66 anos, chegou à bela marca de 1000 jogos como técnico profissional desde 1987. Com ele, a seleção portuguesa foi campeã da Eurocopa 2016 e da Liga das Nações 2018-19. 

ENVERGONHADO – O técnico foi ao encontro do árbitro no gramado, logo após o jogo e lamentou a anulação do gol. Danny Makkelie, de 38 anos, árbitro FIFA desde 2011, é funcionário da Polícia Federal Holandesa. Fernando Santos revelou depois de ter sido chamado ao vestiário pelo árbitro, que Makkelie pediu desculpa pelo erro e se disse “envergonhado”. O técnico classificou como “inadmissível a falta da tecnologia nos lances da linha do gol em jogo das eliminatórias”.

MEIO METRO – O técnico português manteve-se equilibrado durante as críticas, inclusive quando afirmou que “a bola entrou mais de meio metro e não é possível que o assistente do árbitro, acompanhando o lance na linha da bola, não tenha visto”. Sobre o empate, Fernando Santos disse que “Portugal não voltou tão bem para o segundo tempo”. Na opinião dele, “o gol da Sérvia, logo no primeiro minuto do segundo tempo, fez a equipe crescer e conseguir chegar ao empate”.

SEGUE INVICTO – Mesmo cedendo o empate, depois de fazer 2 x 0 no primeiro tempo, Portugal segue invicto, após sete confrontos com a Sérvia, todos pela Eurocopa. Foi o primeiro que disputaram em eliminatórias para a Copa do Mundo e o quarto empate, com três vitórias de Portugal, que na soma marcou 13 gols e sofreu 9. As duas seleções serão visitantes na terceira rodada, terça (30): Portugal jogará com Luxemburgo e a Sérvia com o Azerbaijão. 

GOL PORTUGUÊS – Pequeno país da Europa, rodeado por França, Bélgica e Alemanha, Luxemburgo estreou nas eliminatórias vencendo a Irlanda por 1 x 0, no Aviva Stadium, da capital Dublin. O gol foi do meia português Gerson Rodrigues, de 25 anos, nascido em Pragal, antiga freguesia de Almada, que se naturalizou luxemburguês em 2017 e joga desde 2019 no Jubilo Iwata, do Japão. Foi a segunda derrota dos irlandeses, que haviam perdido na estreia para a Sérvia (3 x 2). 

10 JOGOS, 31 GOLS – Na segunda rodada das eliminatórias, neste sábado (27), 31 gols em 10 jogos. Além do 1 x 0 de Luxemburgo na Irlanda, só outro visitante venceu: a Turquia, 3 x 0 sobre a Noruega, em jogo disputado na cidade espanhola de Malaga, em virtude dos problemas da pandmia. Ozan Tufan, meia de 26 anos do Fenerbahçe, abriu e fechou o placar, e o outro gol foi de cabeça do zagueiro Çaglan Soyuncu, 1,94m, do inglês Leicester. Segunda vitória dos turcos, após 4 x 2 na Holanda.