Foto: ESPN
 

Quatro minutos depois de substituir o belga Divoc Origi, o alagoano Roberto Firmino, da seleção brasileira, marcou o gol da virada do Liverpool sobre o Burnley, na quarta vitória consecutiva (3 x 1) do vice-lider da Premier League, que segue na cola do líder Manchester City, após o complemento da décima quinta rodada, na noite desta quarta (5), no estádio TurfMoor, em Burnley, a cidade aeroespacial, a 34 km de Manchester. Os quatro gols foram marcados no segundo tempo.

 

UM SUSTO – Mesmo com a insistência dos atacantes, Burnley e Liverpool saíram para o intervalo em 0 x 0. Aos oito do segundo tempo, o meia Jack Cork, inglês, 29 anos, 1,83m, aproveitou o escanteio e se antecipou ao goleiro Alisson, titular da seleção brasileira, para fazer 1 x 0, um susto para o favorito Liverpool. O meia inglês James Milner, 32 anos, 1,81m, empatou aos 17, e Roberto Firmino, que havia entrado quatro minutos antes, fez o gol da virada aos 23, após jogada do suíço Shaqiri. Foi o primeiro gol de Firmino nas últimas dez rodadas.

 

ALISSON – O goleiro da seleção brasileira evitou o empate aos 44, após cabeçada forte e colocada do zagueiro inglês James Tarkowski, 26 anos, 1,78m, que defendeu no canto direito. Nos acréscimos, o atacante Xherdan Shaqiri, 27 anos, 1,69m, nascido na antiga Iugoslávia e naturalizado suíço – fala inglês, francês e alemão -, fez o terceiro gol aos 47 minutos. O Liverpool manteve a vice-liderança com 39 pontos, dois a menos que o líder Manchester City, que ontem (4) ganhou (2 x 1) do Watford.

 

TOTTENHAM 3 x 0 – O Tottenham, do técnico argentino Maurício Pochettino, único que ainda não empatou, manteve o terceiro lugar com 33 pontos, após a décima primeira vitória (3 x 0), no estádio de Wembley, nos arredores de Londres, sobre o Southampton, que entrou no grupo dos rebaixados. Harry Kane – artilheiro da Copa do Mundo 2018 – fez 1 x 0 e o meio-campo Lucas, ex-São Paulo, marcou o segundo gol. O terceiro foi do sul-coreano Son, e Austin marcou o gol do Southampton.

 

EMPATE NO CLÁSSICO – Embora duas vezes em vantagem, o visitante Arsenal não soube ganhar o clássico da noite desta quarta (5) com o Manchester United, no estádio Old Trafford. O zagueiro alemão de origem albanesa, Shkodran Mustafi, 26 anos, fez 1 x 0, de cabeça, aos 26, e o atacante francês Anthony Martial, 23 anos, empatou aos 31. No segundo tempo, o atacante Lacazette, também francês, fez o segundo do Arsenal aos 23, e o meia inglês Lingard, aos 28, marcou o segundo do United.

 

O Arsenal, do técnico espanhol Unai Emery, que era do PSG, campeão francês, manteve o quinto lugar com 31 pontos. O Manchester United, dirigido pelo português José Mourinho, é oitavo com 23 pontos, dezoito atrás do líder Manchester City.

foto: chelseafcbrasil

RICHARLISON – O atacante capixaba de Nova Venécia, 21 anos, ex-Fluminense, fez o gol de empate (1 x 1) do Everton com o Newcastle, no estádio Goodison Park, em Liverpool. Everton teve atuação razoável e mostrou oportunismo no gol, seis minutos depois que o venezuelano Salomon Rondon, atacante de 29 anos do West Bromwich desde 2015 e emprestado ao Newcastle nesta temporada, abriu o placar aos 19. Quinto empate do Everton, sexto colocado com 23 pontos.

 

VIRADA NO CHELSEA – O Wolverhampton, décimo segundo com 19 pontos, conseguiu na noite desta quarta (5) a quinta vitória, de virada (2 x 1) sobre o Chelsea de Londres, quarto com 31 pontos, dirigido pelo italiano Maurizio Sarri. O meia inglês Loftus-Cheek fez o gol do Chelsea aos 20 do primeiro tempo. Na volta do intervalo, o mexicano Raul Jimenez, emprestado pelo Benfica, empatou aos 14, e cinco minutos depois o meia português Diogo Jota fez o gol da virada. O Wolverhampton é treinado pelo português Nuno do Espírito Santo, ex-técnico do Benfica.

 

Com a segunda derrota, o Chelsea ficou nos 31 pontos, dez abaixo do líder Manchester City, e cada vez mais distante da briga pelo título inglês da temporada 2018-19. Os 28 mil torcedores, que lotaram o Molineux Stadium, em Wolverhampton, décima quarta maior cidade do Reino Unido, vibraram muito com a quinta vitória do time na Premier League.