Escolha uma Página

O lance que decidiu o jogo e deu ao Liverpool o título antecipado de campeão inglês 2019-2020, aos 33 do segundo tempo, na noite desta quinta (27), no estádio Stamford Bridge, em Londres, teve a participação de dois brasileiros, na vitória (2 x 1) do Chelsea sobre o atual bicampeão Manchester City: o meia Willian, paulista de 31 anos, que converteu o pênalti, e o zagueiro  Fernandinho, paranaense de 35 anos, expulso pelo toque de mão. O gol do City foi do belga De Bruyne, em cobrança de falta.

BOM DIZER – Willian Borges da Silva é de Ribeirão Pires – 9/8/88 -, 1,75m, revelado no Corinthians, tetracampeão da Ucrânia no Shakhtar – 221 jogos, 74 gols, de 2007 a 2012 , está no Chelsea desde 25/8/2013, bicampeão inglês (345 jogos, 63 gols), um dos brasileiros com mais gols na Champions (18), junto com Ronaldinho e Juninho Pernambucano. Disputou as Copas do Mundo de 2014 e 2018 e foi campeão da Copa América 2019, convocado devido à contusão de Neymar.

FERNANDINHO, de 35 anos, é Fernando Luiz Roza, paranaense de Londrina  4/5/85 , campeão brasileiro de 2001 no Atlético Paranaense (142 jogos, 14 gols, de 2001 a 2005), hexacampeão da Ucrânia no Shakhtar (284 jogos, 53 gols, de 2005 a 2013) e no Manchester City desde 2013, três vezes campeão inglês, 306 jogos, 23 gols. Campeão mundial sub-20 em 2003, disputou as Copas do Mundo de 2014 e 2018, e foi campeão da Copa 2019 no Brasil.

O AMERICANO – Christian Pulisic, atacante de 21 anos, autor do primeiro gol do Chelsea, saiu da Universidade de Hershey, no estado da Pensilvânia, vendido por 64 milhões de euros – R$285 milhões – ao Borussia Dortmund, em abril de 2016, quando se tornou o mais jovem estrangeiro a fazer um gol no Campeonato Alemão, aos 17 anos. Ele está emprestado ao Chelsea. Bom dizer: o condado americano onde nasceu era Derry Church e em 1906 foi rebatizado em homenagem a Milton Hershey, que criou uma fábrica de chocolate na pequena cidade.

FRANK LAMPARD, técnico do Chelsea FC, que com a vitória deu o título antecipado ao Liverpool, é um dos maiores jogadores ingleses da história e ídolo do Chelsea, que defendeu 13 anos, com 211 gols em 648 jogos e atuação inesquecível em 2012, na final da Liga dos Campeões, quando venceu o Bayern, em Munique. Foi quinze anos da seleção – 29 gols em 106 jogos – e disputou as Copas do Mundo de 2006, 2010 e 2014. Assumiu o time em julho de 2019 por um contrato de quatro temporadas.

LAMPARD é fã do estilo de Kevin De Bruyne, meia belga que fez o gol do Manchester City, em outra primorosa cobrança de falta, empatando o jogo desta quinta (27), em Londres. Não é bom lembrar, mas De Bruyne foi o autor do gol, com chute certeiro de fora da área, no canto direito de Alisson, que eliminou o Brasil – Bélgica 2 x 1 -, na Copa de 2018. Faltando sete rodadas, o Chelsea é quarto com 54 pontos e o Leicester, terceiro com 55, ambos com 16 vitórias. O vice-líder Manchester City tem menos 23 pontos – 86 x 63 e menos oito vitórias (28 a 20) -, que o já campeão Liverpool.

Fotos: Uol Esportes, Chelsea Fans Brasil, Fotmob, Lance, The Mirror, Facebook do Chelsea.