DOIS DIAS DEPOIS DE COMPLETAR 41 ANOS, o meia argentino Andrés D’Alessandro, nascido em 15 de abril de 1981, em Buenos Aires, despediu-se do Internacional marcando o 1º gol, na única virada dos 20 primeiros jogos do Campeonato Brasileiro de 2022, com a vitória sobre o Fortaleza por 2 x 1, na noite deste domingo (17), na Arena Beira Rio, em Porto Alegre, sob delírio de 40 mil torcedores.

D’ALESSANDRO CHOROU ao marcar o gol de empate aos 52 minutos do 1º tempo, após passar por dois marcadores, e ao ser substituído aos 35 do 2º tempo por Caio Vidal. Ele estreou no Inter em 13 de agosto de 2008 e se despediu após 529 jogos, 97 gols, 113 assistências, 8 vezes campeão gaúcho, Copa e Recopa Sul-Americana, Libertadores e único argentino com o prêmio de melhor jogador da América do Sul.

O TIME DA DESPEDIDA DE D’ALESSANDRO foi dirigido pelo técnico interino Cauan de Almeida: Daniel, Bustos, Rodrigo Moledo, Mercado (Bruno Mendez) e Renê; Gabriel, Johnny (Rodrigo Dourado), Mauricio (Boschilia) e D’Alessandro (Caio Vidal); Carlos de Pena e Wesley Moraes (Alemão). O Inter estava há três jogos sem vencer com o técnico uruguaio Alexander Medina, demitido 6ª feira (15).

O FORTALEZA, do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda, sofreu a 4ª derrota consecutiva – Colo-Colo 2 x 1, River Plate 2 x 0 pela Libertadores – e 1 x 0 para o Cuiabá na estreia do Brasileiro. Pikachu fez 1 x 0, de pênalti, aos 47 do 1º tempo,  mas aos 4 do 2º tempo perdeu o 2º pênalti, na trave. Quase eliminado na fase de grupos da Libertadores, o Fortaleza está iniciando mal o Brasileiro de 2022.

DEPOIS DO GOL DE D’ALESSANDRO, o 53º que marcou na Arena Beira Rio, o Inter voltou bem melhor do intervalo e exerceu amplo domínio, embora só tenha conseguido o gol da virada aos 45 minutos, marcado pelo atacante Alemão, de 23 anos. Na 3ª rodada, o Inter será visitante no Maracanã, sábado (23), com o Fluminense. O Inter, 13º, 3 pontos. O Fortaleza, 19º (penúltimo), 0 ponto.

Foto: Esportes R7