A GOLEADA DE 4 x 0 DO ATLÉTICO GOIANIENSE na LDU do Equador levou o técnico argentino Pablo Marini a pedir demissão, logo após o jogo da noite de ontem (5), no estádio Antonio Accioly, em Goiânia. Foi a 1ª vitória do Atlético, em seu 11º jogo internacional, três dias após os 85 anos de sua fundação, em 2 de abril de 1937.

CAMPEÃO GOIANO PELA 16ª VEZ, ao vencer o Goiás por 3 x 1 no último sábado (2), o Atlético Goianiense fez a melhor exibição dos times brasileiros na noite de ontem (5), na abertura das Copas Sul-Americana e Libertadores. O meia Jorginho foi o destaque dos 4 x 0, marcando o 1º e participando dos outros três gols no 2º tempo.

JORGINHO ABRIU O PLACAR aos 17 e o goleiro Falcon evitou que marcasse o 2º, mas aos 32 criou a jogada do gol do atacante Shaylon. Na reta final, deu assistência para o lateral Hayner fazer 3 x 0 aos 42 e para o volante Rickson completar a goleada aos 49. Jorginho voltou, após 2021 no Athletico Paranaense e no Ceará.

LUAN POLLI, Dudu (Hayner), Wanderson, Edson e Jefferson; Bacalhas, Marlon (Isaac) e Jorginho; Shaylon (Rickson), Wellington Rato (Montenegro) e Leo Pereira (Airton), o Atlético Goianiense do técnico Umberto Louzer, ex-volante de 42 anos, capixaba de Vila Velha. A LDU ganhou a Libertadores 2008 e a Sul-Americana 2009.

MOTIVADO PELO TÍTULO GOIANO e pela goleada de 4 x 0 na estreia da Sul-Americana, o Atlético Goianiense projeta grande estreia no Brasileiro de 2022 com o Flamengo, que estreou na Libertadores com vitória sobre o Sporting Cristal por 2 x 0. O jogo do campeão goiano com o vice-campeão carioca será sábado (9), às 19 horas, no estádio Antonio Accioly, em Goiânia.

                                      GRANDE VIRADA DO CEARÁ

NA ESTREIA DO TÉCNICO paulista Dorival Silvestre Junior, que dia 25 vai completar 60 anos, o Ceará ganhou de virada (2 x 1) do Independiente, maior vencedor da Libertadores, com sete títulos, na noite de ontem (5), na Arena Castelão, em Fortaleza. O alvinegro cearense voltou do intervalo com atuação notável.

GASTON TOGNI, atacante argentino de 24 anos, fez o gol do Independiente aos 31, quando os times já estavam com 10, devido às expulsões de Nino, lateral do Ceará, e do zagueiro argentino Ayrton Costa. No 2º tempo, o atacante colombiano Stiven Mendoza empatou de pênalti aos 16, e Zé Roberto, de cabeça, fez o da vitória aos 21 minutos.

A ESTREIA COM VITÓRIA de virada na Sul-Americana aumentou a motivação do Ceará para a estreia no Brasileiro 2022, sábado (9), com o Palmeiras, campeão paulista, no Allianz Parque. Três dias depois, o Ceará fará o segundo jogo pela Sul-Americana com o Deportivo La Guaira, na Venezuela, 3ª feira (12).

SANTOS NA LANTERNA – O Santos estreou na Sul-Americana perdendo para o Banfield por 1 x 0, gol do lateral Agustin Urzi, de fora da área, aos 43 do 1º tempo, na noite de ontem (5), no estádio Florencio Sola, em Banfield, na Grande Buenos Aires. A atuação do Santos, do técnico argentino Fabian Busto, foi decepcionante.

COM A DERROTA, O SANTOS estreou na lanterna do Grupo F da Sul-Americana porque La Calera (Chile) e Universidad Católica (Equador) ganharam 1 ponto no 0 x 0 do outro jogo. O Santos estreia sábado (9) no Campeonato Brasileiro, no Maracanã, com o Fluminense, que estreia hoje (6), com o Oriente Petrolero da Bolívia.

Foto: Trivela