ÚLTIMOS CARIOCAS A ESTREAR NA COPA SÃO PAULO 2022, VASCO E FLAMENGO ganharam de goleada, ontem (5), com apresentações que valorizaram a superioridade técnica sobre os adversários. O atacante carioca Rayan Vítor, de 15 anos, marcou o primeiro gol pelo sub-20 do Vasco, ao completar os 5 x 1 sobre o Lagarto, de Sergipe, no estádio municipal de Santana de Parnaíba, a 42 km da capital paulista. O Vasco já saiu para o intervalo com 3 x 0 e duas bolas na trave. 

O ATACANTE LUCAS FIGUEIREDO, niteroiense de 20 anos, já com 21 jogos na equipe principal em 2021, fez dois gols, e o outro gol do primeiro tempo foi de Rodrigo, de pênalti. Na volta do intervalo, o atacante Juan, carioca de 18 anos, fez o quarto gol, pouco depois de substituir Figueiredo, e Rayan marcou o 5º gol. Davi, de fora da área, fez o gol do Lagarto, que perdeu pênalti na cobrança de Felipe na trave. 

O TÉCNICO ÍGOR GUERRA, que assumiu o sub-17 em fevereiro de 2021, está dirigindo o Vasco, após ter sido assistente de Marcos Valadares em 2019, quando o Vasco perdeu a decisão da Copinha para o São Paulo nos pênaltis. O time que goleou o Lagarto: Cadu, Galvão (Erick Marcus), Pimentel, Zé Vítor e Julião (Leandrinho); Rodrigo, Andrey, Marlon (Saulo) e Vinícius (Tavares); Figueiredo (Juan) e Marcos Dias (Rayan).

O ZAGUEIRO ERIC PIMENTEL, que foi capitão da equipe sub-17, e da seleção brasileira sub-18, é filho do ex-lateral Marcelo Pimentel, do único time do Vasco que ganhou a Copa São Paulo em 1992 e do único tricampeonato carioca em 1992-93-94. Pimentel, hoje aos 49 anos, também foi campeão da Copa do Brasil no Palmeiras em 1998; campeão carioca no Flamengo em 1999 e campeão paulista no São Paulo em 2000. O próximo jogo do Vasco será sábado (8), com o Rio Claro, que estreou perdendo para o SKA Brasil por 3 x 0.

MAIOR GOLEADA DA COPINHA DE 2022: FLAMENGO 10 x 0

UM DIA DEPOIS DE AVAÍ 9 x 0 SANTANA, do Amapá, o Flamengo estreou com a maior goleada da Copa São Paulo de 2022, por 10 x 0 sobre o Forte Rio Bananal, do Espírito Santo, na noite de ontem (5), na Arena Barueri, a 26 km da Praça da Sé, marco zero da capital paulista. É a sexta maior goleada da história da Copinha, em que o Flamengo, quatro vezes campeão, é o único que venceu todas as decisões, em 1990, 2011, 2016 e 2018. 

O FLAMENGO JÁ SAIU PARA O INTERVALO com 4 x 0, gols de Matheus França aos 8 minutos, Werton aos 23, Kayke Davi aos 28 e Kayke Soares aos 37. No primeiro minuto do 2º tempo, Matheus França fez 5 x 0 e aos 7 minutos deu assistência para Wesley marcar o 6º gol. Lucas André fez o 7º, e Matheusão, que o substituiu, completou os 10 x 0 aos 33, 38 e 45 minutos. O goleiro paulista Bruno, de 19 anos, no Flamengo desde 2018, não fez sequer uma defesa.

A MAIOR GOLEADA DA COPA SÃO PAULO foi Cruzeiro 14 x 0 Vasco, de Itapecerica da Serra (SP), já extinto, em 20 de outubro de 1973, só igualada 37 anos depois pelo Santo André (SP) sobre o Santana, do Amapá, em 9 de janeiro de 2010. Em 9 de janeiro de 2000, Juventus (SP) 12 x 0 São Raimundo, de Manaus, placar repetido em 10 de janeiro de 2007 pelo Internacional sobre o Comerciário, do Maranhão, e em 8 de janeiro pelo Vitória sobre o Imagine, do Tocantins.

O FLAMENGO DOS 10 x 0 NO FORTE RIO BANANAL: Bruno, Wesley, Kayke Soares, Cleiton e Marcos Paulo; Igor Jesus (Lucas André), Werton (Pedro Arthur), Kayke Davi (Victor Hugo) e Matheus França (Peterson); Ryan Lucca e André (Matheusão) – a equipe do técnico paulista Fábio Mathias, de 42 anos, contratado pelo Flamengo em 2021, após ganhar a Copa São Paulo de 2020 dirigindo o Internacional, 2º maior campeão, junto com o Fluminense, com cinco títulos. 

MATHEUS FRANÇA, meia-atacante de 17 anos, autor do 1º e 5º gols, iniciou no Londrina, do Norte do Paraná, onde nasceu. No Flamengo, campeão brasileiro, da Copa do Brasil e Supercopa do Brasil foi o artilheiro de 2021 com 17 gols. Tem contrato até 2027, com multa rescisória de 100 milhões de euros, quase R$800 milhões, ao câmbio atual. Iniciou no Londrina, do Norte do Paraná, onde nasceu, e usa a camisa 7 porque é admirador de Cristiano Ronaldo. Matheus França ofereceu seu par de chuteiras ao zagueiro Rangel: “Já precisei, e hoje fico feliz em ajudar a quem precisa”. 

MATHEUSÃO, atacante de 17 anos, entrou no 2º tempo e fez os três últimos gols dos 10 x 0 em 12 minutos. Mineiro, revelado na base do América de Belo Horizonte, chegou ao Flamengo em 2019, após convocado para as seleções sub-15 e sub-17. Assinou contrato até 2025, com o valor da multa rescisória em 50 milhões de euros. América e Flamengo dividem o percentual de 50 por cento do atacante. Seu nome é Matheus Lima; o apelido, pela altura, 1,84m.

WERTON, atacante de 18 anos, marcou o 2º gol dos 10 x 0. Tem contrato com o Flamengo desde dezembro de 2020, com multa rescisória de R$315 milhões. Fez 11 gols em 16 jogos, estreou em 2021 no time principal, substituindo Bruno Henrique, nos 2 x 0 sobre o Cuiabá, na Arena Pantanal, e foi da seleção sub-18. Amazonense, Werton de Almeida Rego nasceu em Benjamin Constant, no Sudoeste do estado, distante 1.638 km da capital Manaus, em viagem de barco. 

FORTE RIO BANANAL, goleado por 10 x 0 pelo Flamengo, é nome fantasia desde 2021 do Castelense, clube-empresa do município de Rio Bananal, no Norte do estado do Espírito Santo, a 145 da capital Vitória. O Castelense era da cidade de Castelo, no Sul do estado, a 138 km da capital, e o nome fantasia foi criado pelo presidente Pedro Arthur ao assumir o controle do Forte Rio Bananal, que desde 2021 disputa a Série B do campeonato capixaba.

Foto: Pefil Brasil