Escolha uma Página

UMA DAS PRIMEIRAS ESPECULAÇÕES para a temporada de 2025 é a da saída do goleiro Santos, do Flamengo, para o Botafogo, que vai negociar Lucas Perri com o Lyon, clube também comprado pelo mesmo dono do Botafogo. Coincidência ou não, o Botafogo está há 10 jogos sem vencer e perdeu um título que parecia ganho, e o Lyon é o último do Campeonato Francês, só com uma vitória em 11 jogos, em que ganhou apenas 7 dos 39 pontos disputados.

A CONTRATAÇÃO DE SANTOS tem aprovação de Tiago Nunes, técnico que o dirigiu nas campanhas vitoriosas do Athletico Paranaense, campeão da Copa do Brasil 2019 e da Copa Sul-Americana 2018 e 2021, antes de ser negociado com o Flamengo, em abril de 2022, por R$16 milhões. Santos fez 37 jogos pelo Flamengo, sem sofrer gol em 18, e foi o melhor goleiro da Libertadores e da Copa do Brasil de 2022, mas perdeu espaço com o técnico argentino Jorge Sampaoli.

SAMPAOLI ESTÁ AGORA nos planos do Lyon, depois de nada ganhar em 39 jogos no Flamengo, a não ser desafetos como Rodrigo Caio e Arturo Vidal, e a boa indenização de R$10 milhões, ao ser demitido em setembro. Sem clube desde então, o técnico argentino pode voltar à França, onde também nada ganhou no Olympique Marselha. O Lyon também pode ter a volta do ex-meia Juninho Pernambucano, sete vezes campeão francês, como diretor.

O JORNAL L’EQUIPE, promotor da festa anual da Bola de Ouro dos melhores do mundo, destaca que o Lyon demitiu o técnico romano Fabio Grosso, ex-lateral-esquerdo de 46 anos, por não ter conseguido tirar o time do último lugar nem sequer melhorar o rendimento. O Lyon, tal qual o Botafogo, foi comprado pelo empresário John Textor, dono também do londrino Crystal Palace, 12º entre os 18 do Campeonato Inglês, só com 16 dos 42 pontos disputados em 14 rodadas.

Foto: Futebol Inteiror