Uma falha grosseira do goleiro Gomes, ex-Palmeiras, em cobrança de falta de Bernardo, aos 40 do segundo tempo, fez o Vasco ceder o empate (1 x 1) ao Jacuipense, da Bahia, na noite de ontem (7), e ficar obrigado a ganhar do Itapirense, líder do Grupo 19, depois de amanhã (10), na última rodada, no estádio Francisco Vieira, em Bauru.

DOMÍNIO – O Vasco foi bem superior no primeiro tempo e poderia ter ido além do gol de cabeça de Luan, aos 38, após cruzamento de Riquelme. O time caiu muito de rendimento na volta do intervalo e acabou sofrendo o gol de empate, aos 40, com a falha do goleiro Gomes, que era do ABC e foi comprado do Palmeiras. 

SEGUNDO – O Vasco é segundo do Grupo 19 com 4 pontos e vantagem de dois gols sobre o Jacuipense, que só tem 1 ponto, mas ainda pode se classificar, se vencer o já eliminado Carajás, do Pará, último sem ponto, e caso o Vasco, que joga pelo empate, perca para o anfitrião Itapirense, único com 100%, após vencer (2 x 0) o Carajás.

VASCO – Gomes, Nathan, Menezes, Miranda e Riquelme; João Pedro (Arthur), Weverton e Juninho (Rodrigo); Caio Lopes (Roger), Vinícius e Laranjeira (Luan). O Vasco está tentando o segundo título da Copinha, 28 anos depois de ter sido campeão pela única vez em 1992, ao vencer o São Paulo (5 x 3, nos pênaltis, após 1 x 1 em 120 minutos). Em 2019 o Vasco voltou à final, mas foi derrotado pelo São Paulo (3 x 1, nos pênaltis, após 2 x 2).

FLUMINENSE – Maior vencedor carioca da Copa São Paulo, com cinco títulos, o último em 1989, o Fluminense foi o primeiro do Rio a se classificar para a segunda fase, sem sofrer gol, e decide o primeiro lugar do Grupo 15, hoje (8), com o Ituano, no estádio Noveli Júnior, em Itu, região metropolitana de Sorocaba, a 102 km da capital paulista. O Fluminense só precisa do empate por ter vantagem no saldo de gols (7 a 3).

Foto: Reprodução