Yahoo Esportes

Com dois gols de Gabriel Jesus, único dos quatro brasileiros substituído, o Manchester City venceu (3 x 0) o Wolverhampton e manteve a vice-liderança, no jogo que encerrou a rodada 22 da Premier League, na noite desta segunda (14), diante de 54.171 torcedores, no Etihad Stadium, em Manchester, cidade do noroeste da Inglaterra, com quase quatro milhões de habitantes. O terceiro gol, no segundo tempo, foi do zagueiro inglês Conor Coady, contra. O City tem 53 pontos, menos quatro que o lider Liverpool.

SETE GOLS – Gabriel Jesus completou sete gols em três jogos em casa, o primeiro logo aos 10 minutos, finalizando na pequena área, com o recorde de 23 assistências do alemão Leroy Sané. O segundo gol foi aos 39, convertendo o pênalti do meia Bennett em David Silva. Na cobrança, Gabriel Jesus deslocou o goleiro português Rui Patrício. Gabriel Jesus chocou-se com a trave aos 24 e teve que sair para ser atendido. No segundo tempo, aos 30, foi o último a ser substituído, entrando o argentino Sergio Aguero.

VICE-LÍDERES –O técnico espanhol Pep Guardiola disse que gostou do desempenho do time, que teve quatro brasileiros e obteve a quinta vitória consecutiva: Ederson, Walker, Stones, Laporte e DaniloFernandinho, Bernardo e David Silva (De Bruyne, 15 do segundo tempo); Sterling, Gabriel Jesus (Sergio Aguero, 30 do segundo tempo) e Sané (Gundogan, 27 do segundo tempo). O City soma 53 pontos – 17 vitórias, 2 empates, 3 derrotas – e o ataque mais positivo (59, média de 2.68 gols por jogo).

Craig Pawson / PA/FACUNDO ARRIZABALAGA

DOIS CARTÕES – O árbitro inglês Craig Pawson, 39 anos, só mostrou dois cartões: o amarelo para o volante Fernandinho, logo aos 12 minutos, por um carrinho no meia português Diogo Jota, e o vermelho para o zagueiro francês Willy Boly, seis minutos depois, por um carrinho desleal no meia português Bernardo. O jogo teve 15 faltas, 9 do Manchester City. O técnico português Nuno do Espírito Santo, do Wolverhampton, décimo primeiro, que sofreu a nona derrota, elogiou a atuação do árbitro.

dailypost.ng

RECORDISTA – O meia espanhol David Silva, que dia 8 fez 33 anos, tornou-se o jogador com mais atuações pelo Manchester City na Premier League, ao completar esta noite 267 jogos, do total de 371, com 70 gols, desde que foi comprado por 29 milhões de euros do Valencia, em junho de 2010. Ele começou no futebol de praia, em Arguineguin, sudoeste de Las Palmas, maior cidade das Ilhas Canárias, onde nasceu, na costa sul da Espanha. Jogou de 2004 a 2010 no Valencia, onde seu pai, Fernando, era segurança do estádio Mestalla. Sua mãe, Eva, é de ascendência portuguesa.